25 de Julho de 2024
25 de Julho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

VGNJUR Quinta-feira, 20 de Junho de 2024, 09:32 - A | A

Quinta-feira, 20 de Junho de 2024, 09h:32 - A | A

em 24 horas

Justiça manda excluir trechos de reportagem em que Botelho chama Abílio de "covarde e mentiroso"

Expressões ofensivas na reportagem pode causar danos irreparáveis ou de difícil reparação à imagem de Abílio, apontou juiz

Lucione Nazareth/VGNJur

O juiz da 1ª Zona Eleitoral, Jamilson Haddad Campos, mandou remover trechos de uma matéria jornalística em que o presidente da Assembleia Legislativa (ALMT) e pré-candidato à Prefeitura de Cuiabá, Eduardo Botelho (União), classifica o deputado federal e também pré-candidato, Abílio Brunini (PL), de "covarde e mentiroso". A decisão é dessa quarta-feira (19.06).  

A decisão atende pedido do PL no qual alegou que o intuito de Botelho foi promover “propaganda eleitoral negativa antecipada” contra Abílio, prejudicando a sua imagem e honra. O partido apontou que em 27 de março deste ano, foi publicada uma matéria em um site de Cuiabá, no qual Eduardo teria afirmado que Brunini realiza "ataques covardes e mentirosos".  

Ao final, a legenda requereu que a remoção, no prazo de 24 horas, das expressões "covarde" e "mentiroso" da reportagem. No mérito, requereu a condenação de Botelho ao pagamento de multa por propaganda eleitoral negativa antecipada.  

Na decisão, o juiz eleitoral Jamilson Haddad afirmou que a manutenção das expressões ofensivas na reportagem pode causar danos irreparáveis ou de difícil reparação à imagem de Abílio durante o período pré-campanha eleitoral.  

Ainda conforme o magistrado, a veiculação contínua dessas expressões “pode influenciar negativamente a percepção pública e, potencialmente, o resultado do pleito eleitoral, tornando-se imperativo que a justiça atue de forma rápida para evitar maiores danos”.  

“DEFIRO a tutela de urgência pleiteada pelo Partido Liberal (PL) – Comissão Provisória Municipal de Cuiabá/MT para determinar ao site ... que remova, no prazo de 24 (vinte e quatro) horas, as expressões "covarde" e "mentiroso" da reportagem”, diz trecho da decisão.  

Leia Também - Deputado critica venda dos vagões do VLT e qualifica governador de "despreparado e retrógrado"

 
 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

Comente esta notícia

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760