18 de Julho de 2024
18 de Julho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

VGNJUR Segunda-feira, 17 de Junho de 2024, 11:21 - A | A

Segunda-feira, 17 de Junho de 2024, 11h:21 - A | A

MEIO MILHÃO

Ex-secretário vira réu por suposto recebimento de propina para beneficiar Odebrecht em MT

Ex-secretário teria supostamente recebido R$ 500 mil de propina

Lucione Nazareth/VGNJur

O juiz da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Jean Garcia de Freitas Bezerra, recebeu denúncia do Ministério Público Estadual (MPE) e tornou réu o ex-secretário de Estado, César Roberto Zilio, e o ex-diretor da Odebrecht, Alexandre José Lopes Barradas, por pagamento de propina ligado à empresa. A decisão é da última sexta-feira (14.06).  

De acordo com a denúncia do MPE, entre 2013 e 2014, o então diretor da Odebrecht Ambiental, Alexandre José, ofertou o pagamento de propina no valor de R$ 500 mil ao presidente da MT-Par, Cézar Zilio.  

Consta dos autos, que a suposta propina foi paga à Zílio para que ele articulasse junto a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) na aprovação de lei para que a MT-PAR criasse subsidiárias, possibilitando a realização de parceria público-privada com Odebrecht para administração das estradas estaduais e investimento na área de saneamento básico. 

Ainda segundo a denúncia, o pagamento a César Zilio teria ocorrido em três parcelas, entre os meses de junho a novembro de 2014. O dinheiro teria sido entregue para um intermediário (nome não revelado) em São Paulo, sendo repassado posteriormente a Zilio.

Leia Também - Shows “gratuitos” à população de Sinop custarão R$ 1,5 milhão aos cofres públicos

 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

Comente esta notícia

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760