17 de Julho de 2024
17 de Julho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

VGNJUR Sexta-feira, 14 de Junho de 2024, 14:04 - A | A

Sexta-feira, 14 de Junho de 2024, 14h:04 - A | A

DENÚNCIA DO VGNOTÍCIAS

Justiça marca audiência sobre fraude na confecção de 3 mil livros em VG

Ex-adjunto e empresário de VG constam como réus na ação

Lucione Nazareth/VGNJur

O juiz Bruno D’Oliveira Marques, da Vara Especializada em Ações Coletivas de Cuiabá, designou para 14 de agosto audiência de ação de improbidade contra o ex-adjunto do Estado Márcio Luiz de Mesquita, o empresário de Várzea Grande, Evandro Gustavo Pontes da Silva e sua empresa Intergraf – E.G.P. da Silva – ME, por fraude na confecção de livros. A denúncia foi feita com exclusividade pelo .  

Na ação, o Ministério Público Estadual (MPE) apontou existência de fraude na confecção de três mil livros, superfaturados e que nunca teriam sido entregues. Em 08 de julho de 2016 o juiz deferiu o pedido liminar de indisponibilidade de bens dos denunciados até o montante de R$ 860.689,66.  

O ex-secretário de Estado, Pedro Nadaf, também constava como réu na ação, porém, celebrou acordo de não persecução cível com o MPE se comprometendo a pagar R$ 240 mil divididos em 48 parcelas.

Também foi pactuada a suspensão da capacidade eleitoral pelo período de quatro anos. O citado acordo foi homologado pelo juiz Bruno D'Oliveira Marques.

Leia Mais - Nadaf e empresário de VG viram réus por suposta fraude em confecção de livro

 
 
 
 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

Comente esta notícia

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760