17 de Junho de 2024
17 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Política Quarta-feira, 15 de Junho de 2022, 10:52 - A | A

Quarta-feira, 15 de Junho de 2022, 10h:52 - A | A

quebra de decoro

Câmara abre processo disciplinar contra deputado por bate-boca com Arthur Lira

PL pediu cassação do deputado por comportamento “desrespeitoso e agressivo” contra Arthur Lira

Lucione Nazareth/VGN

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados abriu nessa terça-feira (14.06) processo ético-disciplinar por possível quebra de decoro parlamentar contra o deputado Glauber Braga (PSOL-RJ) por supostas ofensas proferidas contra o presidente da Casa de Leis, Arthur Lira (PP-AL).  

O processo se deu por conta de uma discussão entre Braga e Lira no último dia 31 de maio, quando o presidente interrompeu o discurso do deputado, que abriu perguntando se Lira “não tem vergonha”. Em meio ao conflito, o chefe da Câmara ameaçou chamar a segurança para tirar Glauber Braga do plenário, e anunciou o envio do pedido de abertura de processo ao Conselho de Ética.  

Leia Mais - Deputado e Arthur Lira batem-boca por causa da Petrobras: "vou lhe expulsar do Plenário"

O pedido de abertura do processo foi apresentado pelo Partido Liberal (PL) no qual requer a perda do mandato do parlamentar por considerar o comportamento dele, durante sessão “desrespeitoso e agressivo” contra Lira.    

“Nos últimos anos, o deputado federal Glauber Braga, abusando de sua imunidade material, tem se comportado em plenário de modo desrespeitoso e agressivo, ofendendo a honra de outros parlamentares e lesando a imagem desta Casa”, diz trecho do pedido do PL assinado pelo presidente nacional do partido, Valdemar Costa Neto.  

Na sessão dessa terça (14), Glauber Braga disse estranhar a rapidez incomum da tramitação do processo, que, aprovado em 1º de junho pela Mesa Diretora, foi logo encaminhado ao Conselho de Ética. Ele ainda afirmou que apresentará sua defesa e continuará lutando por uma Petrobras pública.

“Está acontecendo um grande absurdo: o senhor Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados, anunciou em uma reunião com líderes partidários que colocaria em votação no Plenário da Câmara um projeto de entrega do controle acionário da Petrobras por maioria simples, e eu fiz uma fala no Plenário da Câmara perguntando se ele não tinha vergonha de fazê-lo. Isso foi suficiente para que ele se articulasse com o partido do presidente da República, o PL, e desse entrada em uma representação pedindo a cassação da minha atividade como deputado federal”, disse o deputado.

Leia Também - PSOL pede cassação de mandato de Arthur Lira após bate-boca com deputado na Câmara

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760