14 de Julho de 2024
14 de Julho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Política Quinta-feira, 07 de Julho de 2022, 15:36 - A | A

Quinta-feira, 07 de Julho de 2022, 15h:36 - A | A

Corrida ao Senado

De rejeitado para noiva da vez, avalia Avallone sobre PSDB nas eleições de 2022

Avallone disse que três candidatos já procuraram o partido para compor chapa de senadores

Gislaine Morais/VGN

O deputado estadual Carlos Avallone (PSDB), em entrevista ao No Ar, na manhã desta quinta-feira (07.07), afirmou que o partido, após ser considerado esquecido por todos, se tornou a “noiva” da vez, na reta final para as convenções partidárias e as eleições que ocorrem em outubro deste ano.

Conforme o presidente estadual do partido, dos quatro pré-candidatos ao Senado, três deles já procuraram o deputado para convidar o partido a compor chapa de senadores. Sem citar nomes desses possíveis convidados, Avallone disse que está muito feliz.

“O PSDB virou a ‘noiva’ agora, estou feliz da vida, pois estávamos meio esquecidos, todos diziam o PSDB, o PSDB, agora todos nos querem”, enfatizou.

O Parlamentar garantiu que o partido está vivo e pronto para guerra, que é a batalha das eleições. “Agora todos querem dar uma suplência para nós, os quatro me procuraram, três me ofereceram suplência ou pediram para gente indicar, uns sugeriram nomes”.

Em relação à chapa de candidatos a deputado estadual, Avalone declarou que já está pronta, e segundo ele, com convicção que o PSDB fará três estaduais.

Ainda garantindo a força do partido, o deputado disse que para federal, junto com o partido Cidadania, tem convicção de um deputado federal eleito.

Questionado se a tendência é acompanhar Mauro Mendes (União), caso o chefe do Executivo saia à reeleição, Avallone disse que seria normal acompanhar Mendes, pois foi deputado da base, nesses três meses e meio de mandato.

Ele frisou que não tem problema nenhum em  apoiar a candidatura à reeleição do Mauro Mendes, mas o PSDB não tomou essa decisão ainda, porque a sigla não tem dono.

“Mas mesmo que eu tenha uma tendência, eu tenho que respeitar a tendência partidária. E nós temos conversado, pois, temos grandes lideranças, temos ex-governadores, ex-prefeitos, ex-primeiras-damas, ex-deputado federal”, concluiu, ao citar nomes como Thelma de Oliveira, Rogério Salles, Marília Salles, Nilson Leitão, Francis Maris e Ari Lafin. “Então como você não ouve essas pessoas importantes. Temos quadros brilhantes no O PSDB, então não cabe ao deputado Carlos Avallone a decisão de para onde nós vamos. Quem quiser o apoio do PSDB converse com essas pessoas que eu citei”, finalizou Carlos Avallone.

Leia também - Sem a presença do Governo e da Prefeitura de VG, Emanuel amarga isolamento em Conferência VLT versus BRT

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760