13 de Junho de 2024
13 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Política Terça-feira, 13 de Setembro de 2022, 17:01 - A | A

Terça-feira, 13 de Setembro de 2022, 17h:01 - A | A

morte de petista

Comandante-geral da PM reforça livre arbítrio na escolha de candidato ao lamentar crime político em MT

"Cada pessoa tem o seu livre arbítrio para escolher candidato A ou candidato B", destacou o comandante-geral da PM, coronel Alexandre Correa Mendes

Adriana Assunção & Kleyton Agostinho/VGN

O comandante-geral da PMMT, coronel Alexandre Correa Mendes, lamentou durante entrevista ao nesta terça-feira (13.09), que a divergência política acabou na morte de Benedito Cardoso dos Santos, 42 anos, em uma chácara em Agrovila, zona rural de Confresa (a 1.160 km de Cuiabá).

A vítima defendia o candidato à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), quando foi assassinada pelo apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL), Rafael Silva de Oliveira, 24 anos, na noite de quarta-feira (7), com golpes de faca e machado. 

A Polícia Militar continua trabalhando bastante para garantir a segurança de toda população e de todos os brasileiros que vivem em nosso Estado

“É lamentável, a partir do momento que há divergências partidárias, onde possam ocorrer esses tipos de coisas. Nós vivemos num país, que tem o estado democrático de direito, cada pessoa tem o seu livre arbítrio para escolher candidato A ou candidato B. Agora, cabe a Polícia Civil fazer toda investigação”, disse o comandante.

Leia também: Ex-presidente liga para família do "lulista" morto por "bolsonarista" para prestar solidariedade

Sobre a rápida ação da PM na prisão de Rafael Silva de Oliveira (acusado), Alexandre Correa Mendes disse que os policiais militares apontam um suspeito, desde a confecção do boletim de ocorrência.

“Temos uma tendência onde temos uma grande participação dos policiais militares, onde acontece um crime principalmente de homicídio, nós apontamos o boletim de ocorrência, o suspeito que tenha cometido aquele ato. E neste fato citado, a pessoa foi identificada e presa e devidamente entregue à Justiça para tomar as providências cabíveis.”

Leia mais: Morte por política em MT repercute e presidenciáveis pedem mais amor e menos ódio

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760