19 de Junho de 2024
19 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Política Quarta-feira, 27 de Julho de 2022, 18:49 - A | A

Quarta-feira, 27 de Julho de 2022, 18h:49 - A | A

FEDERAÇÃO PT/ PV/ PC DO B

PT condena palanque compartilhado ao Senado e aposta em Márcia e Geller na chapa majoritária

Presidente do PT, deputado Valdir Barranco, voltou a afirmar que nada está definido e que o diálogo perdura, mas palanque misto está fora de questão

Jorge Maciel e Kleiton Agostinho / VGN

O deputado estadual e presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), em Mato Grosso, Valdir Barranco, disse no início da noite desta quarta-feira (27.07) que a proposta de palanque misto aventado por líderes do União Brasil para as candidaturas ao Senado, inclusive pelo candidato à reeleição, Mauro Mendes, está fora de questão.

-"Vocé pode imaginar um palanque do PT com um candidato a senador da oposição à Lula? Ou um candidato petista ao Senado no palanque de Bolsonaro?", questionou ele. "Isso não faz nenhum sentido e nem Lula nem Bolsonaro aceitarão essa ideia", opinou.

Barranco esteve nest tarde (27) por horas com lideranças de partidos da federação PT, PV e PC do B discutindo as pré-candidaturas ao Governo e ao Senado. Ele dissse que a candidatura de Márcia Pinheiro (PV) ao governo do Estado é um caminho viável, que vem de um convite das lideranças nacionais, mas que nada está definido. Segundo eloe, as conversas seguem até serem esgoltados os parazos

Ele sublinhou que federação PT, PV e PC do B ainda tem outros nomes a por em mesa e pautas e que o importante é ir avançando, com diálogos permanentes. “Ainda não temos uma resposta da Márcia e creio que isso leva algum tempo. Nada está fechado até porque há prazos e conversas a travar. A candidatura ao governo é decisão, mas o nome inda precisamos discutir”, afirmou.

Veja também: Jayme cita coligação do PT com PL no Amapá como referência ao palanque de Mauro com WF, Neri e Natasha

Barranco disse que o que é decisão definitiva é que a federação não abre mão é de ter um projeto que ele chamou de alternativo para Mato Grosso. “Temos que ter um projeto social, e não um estado como temos que só produz dividendos e números, mas que as divisas produzidas não chegam na ponta, onde estão os menos favorecidos”, disse ele.

Outro fator importante, ainda no universo das candidaturas majoritárias é que o deputado Neri Geller mantenha-se na aliança como pré-candidato ao Senado.

_“Já evoluímos recentemente em uma conversa em que a Márcia viria como  suplente. É o próprio Neri que deseja Márcia como companheira de chapa”, ressaltou Valdir, explicando que a existência de bons quadros é que faz com que a federação continue encaminhando os entendimentos.

As declarações do dirigente petistas vieram depois de uma longa reunião com Geller, mas o que foi tratado não foi revelado. Enquanto a questão doméstica não se ajusta, ele destaca que a federação trabalha com três frentes, mas a prioridade é o suporte do Estado à chapa presidência Luiz Inácio Lula da Silva e Geraldo Alckimim. As duas outras frentes são as duas candidaturas em que Márcia Pinheiro se esta aceitar o convite, venha candidata à sucessão de Mauro Mendes, e Neri Geller concorra ao ao Senado.     

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760