15 de Junho de 2024
15 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Política Sábado, 24 de Dezembro de 2022, 15:30 - A | A

Sábado, 24 de Dezembro de 2022, 15h:30 - A | A

Várzea Grande

Gestão Kalil Baracat: Grandes obras e cuidado com as pessoas

Convênio entre a Prefeitura de Várzea Grande e o Governo do Estado vai garantir a construção de 800 novas unidades habitacionais

Revista Mato Grosso do Futuro

Dois grandes eixos: Infraestrutura e desenvolvimento social. Este foi o caminho escolhido por Kalil Baracat para sua gestão à frente da Prefeitura Municipal de Várzea Grande. Segundo ele, quem mora na cidade sente a diferença em todas as áreas. "São diversas ações e obras que estão dando uma cara nova para Várzea Grande e a tornando uma cidade cada vez melhor para se viver".

Quando o assunto é infraestrutura, os números são expressivos. A atual administração já concluiu 80 quilômetros de recapeamento asfáltico, atingindo cerca de 20 bairros, e deu início a diversas novas obras, além de muitas ações importantes que estão em andamento, entre elas as obras que pretendem resolver de vez a questão do abastecimento de água da cidade.

De acordo com Benedito Gonçalo de Figueiredo, o Dito Loro, secretário Municipal de Governo, até o final da gestão a prefeitura vai entregar cerca de 250 quilômetros de pavimentação.

Saneamento básico - “Nós priorizamos ações de saneamento básico, tendo o abastecimento de água como objetivo principal, mas não deixamos de lado as obras de esgotamento sanitário. Inauguramos uma estação de tratamento no Cristo Rei e hoje temos apenas problemas pontuais no bairro, não por falta de água, mas sim por algumas adequações que precisam ser feitas em todo o sistema”, explicou o secretário.

Dito destacou que o abastecimento de água da cidade melhorou em função da conclusão da ETA do Cristo Rei – e que essas melhorias serão potencializadas com outras duas obras: na Guarita, sentido Passagem da Conceição - Estação Pari, com 250 litros de água por segundo, e também no bairro 24 de dezembro, cujo projeto está encaminhado e licitado. “Estamos finalizando uma questão do licenciamento ambiental com a Sema, pois houve mudança no local de captação da água. Assim que a licença ambiental for liberada, a obra começa imediatamente.

O secretário afirmou, ainda, que a parte de construção civil da ETA da Passagem da Conceição está praticamente concluída e que já foi dado início à instalação das estruturas metálicas, como o reservatório, o circulador e toda a parte de captação. “Em seguida, iremos concluir a parte hidráulica - que são os motores – e a elétrica, que também está em andamento. A ideia é que em março de 2023 estejamos com a obra praticamente pronta, em fase de testes, para ser inaugurada no mês de maio, funcionando em sua plenitude”, enfatizou.

A estação irá atender a região do Chapéu do Sol, José Carlos Guimarães, Jardim Imperial, Mapim, Jardim dos Estados, Mangabeiras e entorno. De acordo com Dito, água que abastece esses locais atualmente é captada na estação da Júlio Campos. “Com a conclusão da obra, essa água vai voltar para o outro lado da Júlio Campos com um volume maior, para abastecer os bairros São Matheus, São Benedito, Paiaguás, Nova Fronteira e São Simão”, disse. 

ETA 24 de Dezembro - Embora esteja projetada para uma capacidade menor – de 125 litros por segundo – a estação do bairro 24 de Dezembro irá atender toda a região próxima – bairros Souza Lima, 7 de Maio, Capela, Piçarrão e Primavera - que atualmente recebem água captada na região central da cidade. “Essa obra vai permitir que a água captada no centro atenda os bairros Jardim Paula 1, Paula 2 e Canelas”, explicou Dito Loro.

Esgotamento sanitário - Quem mora em Várzea Grande também já sente diferença quando o assunto é tratamento de esgoto. No bairro Santa Maria, uma obra vai permitir que 390 litros de esgoto sejam tratados por segundo, atendendo toda a região central e a margem do Córrego Traíra.

“Todos os resíduos que desaguam no Traíra e no Córrego do Aeroporto serão tratados por essa estação, que vai ser responsável por tratar 30 a 35% do esgotamento sanitário da cidade. Hoje nós temos 26% e após a conclusão dessa estação alcançaremos 61% de atendimento”, diz o secretário, que lembrou, ainda, de outras três estações de tratamento: “uma feita em parceria com o Chapéu do Sol, uma feita em parceria com a Ginco e outra aqui na Mario Andreazza, que juntas irão representar de 8 a 9% de esgotamento tratado, coletado e com a destinação correta. Assim, quando essas obras estiverem concluídas, teremos de 60 a 70% de esgotamento coletado e em fase de tratamento” na cidade toda”, disse.

Muito trabalho, grandes resultados - Melhorias no atendimento em saúde, regularização fundiária, reformas em praças, construções e reformas de escolas, novos espaços de esporte e lazer e um grande projeto em parceria com o governo do Estado que vai revolucionar a iluminação pública com lâmpadas de LED em 100% da cidade, além de muitas outras ações realizadas por uma gestão que priorizou a infraestrutura sem deixar de cuidar das pessoas.

“Nós sabíamos que tínhamos esse desafio de realizar e continuar obras estruturantes para resolver grandes necessidades de nossa população que refletem, inclusive no crescimento econômico de nossa cidade, ao mesmo tempo em que trabalhamos incansavelmente com ações de desenvolvimento social ligadas ao bem-estar e à qualidade de vida das pessoas, pois no fim das contas, uma coisa depende da outra”, disse o prefeito Kalil Baracat.

Um novo olhar para as gerações - Em novembro de 2022, a Prefeitura lançou o projeto Conect Geração, que vai integrar as políticas públicas voltadas aos jovens, aos idosos e às pessoas com deficiência. O objetivo é o fortalecimento ao atendimento integral desses segmentos da sociedade. Representantes dos Conselhos Municipais acompanharão o desenvolvimento do projeto, e toda a população poderá participar com sugestões.

O Conect Geração vai envolver ações de diversas Secretarias Municipais: Saúde, Educação, Cultura, Esporte e Lazer; Assistência Social; Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável; Defesa Social e Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Turismo.

De acordo com Dito Loro, ao integrar as ações voltadas para esses públicos, a gestão municipal busca ampliar o olhar das pessoas sobre o papel delas na sociedade e sobre as oportunidades que são oferecidas. “O projeto integra todas as políticas públicas, de modo que as pessoas tenham uma compreensão macro, porque quem é jovem e hoje busca qualificação profissional ou emprego, vai ser idoso amanhã e pode vir a ser PCD em algum momento, e se verá diante de outras necessidades. Queremos trabalhar essa ligação para que as pessoas entendam que todos têm o seu espaço, que todos são importantes”, afirma.

Uma cidade cada vez melhor - R$ 500 milhões Aplicados em saneamento básico, abastecimento de água e tratamento de esgoto

Plano urbanístico ligado ao BRT - Em breve, a prefeitura vai começar um grande projeto urbanístico que será ligado às obras do BRT, que estão previstas para serem iniciadas no começo de 2023.

“Nosso projeto vai se integrar ao traço urbanístico criado pelo BRT. Vamos fazer revitalização de áreas e criar novos espaços de convivência e lazer, vamos fazer obras de mobilidade urbana, acessibilidade, arborização, paisagismo. Vamos integrar o cidadão à cidade, proporcionar que ele sinta prazer em passar alguns minutos admirando o lugar onde ele vive, que ele possa parar, tomar um café em um local agradável, que isso faça parte da rotina dele, dos lugares por onde ele passa no trajeto para o trabalho, por exemplo”, disse o secretário.

Dignidade e segurança - convênio com Governo estadual garante programa de moradia - Um convênio entre a Prefeitura Municipal de Várzea Grande e o Governo do Estado vai garantir a construção de 800 novas unidades habitacionais. Também estão sendo retomadas as obras de construção de 1.200 apartamentos na Avenida Mario Andreazza.

O secretário afirmou, ainda, que a Prefeitura está fazendo um estudo junto à Caixa Econômica Federal para a retomada das obras de 600 apartamentos no bairro Isabel Campos e de 1 mil unidades no bairro São Matheus.

Servidores Públicos – Valorização e vida funcional informatizada - No segundo ano da gestão de Kalil Baracat, a administração fez todas as reposições salariais que estavam atrasadas e o enquadramento de nível de todas as categorias do funcionalismo público do Município.

“Agora estamos trabalhando o enquadramento de classe, por etapa e setores. Fizemos, também, a regularização dos Planos de Carreiras, e enviamos para a Câmara Municipal para a regulamentação. Estamos elaborando a informatização de toda a vida dos funcionários e registro ponto de entrada e saída de servidores também será informatizado, por registro de biometria.”

Mercado Municipal - “A obra do Mercado Municipal atende uma demanda social. Nós temos uma feira que é antiga e tradicional, e nós entendemos que o cidadão que frequenta esta feira e o cidadão que trabalha nesta feira precisam de um espaço físico mais adequado, mais qualificado. Esse é um projeto em parceria com o governo do Estado e a Assembleia Legislativa, e vamos lançar até o final do ano o tão esperado Mercado. Já adquirimos a área no bairro Ipase, que irá atender toda essa demanda com área de alimentação no entorno teremos alguns quiosques. Uma obra estimada em 15 milhões, que será de extrema importância social aos munícipes de Várzea Grande.”

Rodoviária - “Estamos finalizando com o governo do Estado a questão da área localizada na Mário Andreazza. É uma ansiedade do povo, apesar de que entendemos que a rodoviária é uma questão mais privada do que pública, mas como não temos hoje nenhum órgão privado para que possamos edificar esse espaço, o Município irá assumir essa responsabilidade, e também vamos construir um espaço para integração dos ônibus municipais. Acreditamos que até o final do ano esteja tudo finalizado para podermos licitar.”

Passe livre - “Uma luta de mais de 16 anos e uma vitória recente de nossos estudantes. Sabemos das dificuldades que as pessoas mais simples enfrentam por depender dos ônibus. O prefeito Kalil Baracat está de parabéns por atender essa reivindicação. É um empreendimento social de extrema importância, de custo elevado. Hoje, nós pagamos uma média de R$ 400 a R$ 500 mil reais por mês, referentes à meia passagem. A gratuidade integral será de R$ 800 mil a R$ 1 milhão ao mês, e isso beneficiará todos os alunos da rede pública municipal e estadual de Várzea Grande. Esses valores já serão inseridos na LOA/2023.”

Parcerias para continuar avanços e consolidar ações sociais - “Para os próximos dois anos da gestão Kalil, vamos avançar em ações sociais e continuar nos avanços da infraestrutura. Estamos mudando de Governo Federal, e nossa administração é tri-partícipe, se nós não tivermos aqui a participação do governo do Estado ou do Governo Federal, teremos mais dificuldade porque o Município não consegue sozinho. Mas tenho muita confiança que continuaremos contando com a parceria e o apoio do governador e do presidente da República.”

Leia matéria relacionadaEconomia e sustentabilidade. Uma nova luz se acende em Várzea Grande

 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

Álbum de fotos

VGNOTICIAS

VGNOTICIAS

VGNOTICIAS

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760