15 de Junho de 2024
15 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Política Terça-feira, 24 de Novembro de 2015, 12:31 - A | A

Terça-feira, 24 de Novembro de 2015, 12h:31 - A | A

Vergonha

Em Cuiabá, vereadores serão “indenizados” para andar pelas ruas da cidade

O “agrado” é uma iniciativa do prefeito Mauro Mendes (PSB)

Rojane Marta & Edina Araújo/VG Notícias

Os vereadores de Cuiabá irão receber verba indenizatória para andar pelas ruas da cidade. O “agrado” é uma iniciativa do prefeito Mauro Mendes (PSB), por meio da mensagem 86/2015 que autoriza a Câmara da Capital a instituir verba de custeio de atividades externas aos parlamentares, e foi aprovada por unanimidade pelos edis.

De acordo com a proposta de Lei Complementar, a Mesa Diretora fica autorizada a instituir aos vereadores verba de custeio de atividades externas a título indenizatório, ou seja, para exercerem as funções fora do Legislativo, no âmbito de Cuiabá.

No entanto, conforme a norma, o benefício é para cobrir despesas que não abrangem a verba indenizatória prevista na Lei nº 5.826 de 18 de junho de 2014 – que estipula o valor de 60% do subsidio fixado para cada legislatura – e que atualmente é questionada no Tribunal de Justiça, por meio de ação proposta pelo Ministério Público do Estado (MPE/MT).

“Para ressarcimento das despesas de alimentação e transporte incluída despesas com combustíveis, despendidas no exercício de sua atividade de fiscalização das ações promovidas pelo Poder Executivo, no limite de até 35% do valor de seus respectivos subsídios mensais a ser fixado em Decreto Legislativo” diz trecho da norma.

Conforme a mensagem do prefeito, o valor será definido por decreto legislativo e pode chegar até R$ 5,2 mil – o que corresponde até 35% do salário do vereador que atualmente é de R$ 15.090 mil.

O custo de cada vereador de Cuiabá por ano é R$ 804 mil, com o “agrado” do prefeito, os parlamentares passarão a custar anualmente, cada um R$ 864 mil. Além do salário de mais de R$ 15 mil mensal, cada parlamentar recebe R$ 25 mil de verba indenizatória e R$ 27 mil de verba de gabinete para custeio de despesas de servidores comissionados.

“A verba será paga mensalmente a cada vereador em efetivo exercício do cargo como forma compensatória ao dispêndio financeiro realizado por cada vereador no exercício das referidas atividades. A matéria acerca do subsídio devido aos parlamentares municipais está disciplinada pelos artigos 29, inciso VI e 39§ 4º, ambos da Constituição Federal” trechos extraídos da mensagem do prefeito.

Clique Aqui e confira mesnagem do prefeito Mauro Mendes.

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760