19 de Junho de 2024
19 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Política Sábado, 05 de Novembro de 2022, 08:06 - A | A

Sábado, 05 de Novembro de 2022, 08h:06 - A | A

Agenda ambiental

Com Lula na COP-27, Mendes quer mostrar capacidade de produção e preservação de MT

Para o governador Mauro Mendes, a capacidade de preservação e produção deveria fazer com que elogiada ao invés de criticada: “Tinha que estender tapete vermelho para nosso país"

Adriana Assunção & Kleyton Agostinho/VGN

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (União) irá encontrar com o presidente da República eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-27), no Egito, marcada para os dias 6 e 18 de novembro.

Lula integrará a comitiva do governador do Pará, Helder Barbalho, em nome do Consórcio de Governadores da Amazônia Legal, na qual Mato Grosso faz parte, para discutir medidas de mitigação e adaptação às mudanças climáticas com foco nos cortes de emissões de gás carbônico (CO2) no planeta.

“Será importante a presença da nossa delegação da Amazônia Legal e do próximo presidente (Lula), porque o tema ambiental é um dos mais relevantes que o planeta está discutindo e que vai discutir ao longo das próximas décadas, assim como também a segurança alimentar, nesses dois quesitos a Amazônia e Mato Grosso, em especial, nós temos grande relevância, nosso Estado é o maior player brasileiro na produção de alimentos, mais importante região do mundo na produção e na sustentabilidade”, destacou o governador em entrevista nessa quinta-feira (03.11).

Leia mais: Alckmin sugere PEC Emergencial para elevar Orçamento e assegurar Auxílio Brasil de R$ 600

Segundo Mauro, o Governo de Mato Grosso defende que o Governo Federal possa liderar as discussões em favor do povo brasileiro, considerando que o Estado é o maior produtor de alimentos, assim como preserva 60% do seu território.

“Queremos que, o Governo Federal possa liderar isso, mas fazendo um jogo a favor dos brasileiros, dos que vivem nessa região. Não podemos aceitar passivamente o Brasil com grandes ativos ambientais, que presta relevantes serviços ambientais ao mundo, ser colocado como patinho feio na história. Temos que aprender a valorizar aquilo que temos e aquilo que somos, em detrimento daquilo que lá fora ninguém no mundo faz. Produzimos alimentos para si e para os outros, e, em simultâneo, preservamos mais de 60% do território. Nenhuma região do planeta tem, o que o Brasil tem”, afirmou Mauro.

Para o governador Mauro Mendes, a capacidade de preservação e produção deveria fazer com que fosse elogiada ao invés de criticada: “Tinha que estender tapete vermelho para nosso país. E é isso que vamos mostrar um pouco lá fora, que Mato Grosso tem grande capacidade de continuar produzindo, queremos e vamos preservar a floresta Amazônica. Vamos respeitar o código ambiental brasileiro, o mais restritivo código ambiental do mundo e eles falaram agora que nem isso nós podemos respeitar, então, não podemos admitir esse ultraje a todos nós brasileiros”, criticou.

Questionado sobre qual será a recomendação da administração mato-grossense à equipe de transição do presidente Lula, sob coordenação do vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin (PSB), em relação ao Meio Ambiente, Mauro reiterou sua preocupação com a insegurança jurídica no campo ambiental.

“Não podemos conviver toda hora com mudanças de regras, interpretações que se alteram muito rapidamente, isso afugenta o investimento externo e interno também. (...) Uma cidade, um país, um Estado tem que ter segurança, para atrair investimentos para que as pessoas se sintam confortáveis em pegar o seu dinheiro e aplicar numa atividade e ter um retorno a médio e longo prazo, na área ambiental não é diferente”, declarou.

O governador afirmou ser otimista que isso irá acontecer no Governo Lula: “Eu sou otimista por natureza, independente de ideologia A ou B, o Brasil tem que ter capacidade de compreender os seus problemas e vamos resolver com bom senso e não com ideologia, que pode afundar ou mergulhar em uma grande crise”, encerrou.

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760