19 de Junho de 2024
19 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Política Quarta-feira, 31 de Agosto de 2022, 22:01 - A | A

Quarta-feira, 31 de Agosto de 2022, 22h:01 - A | A

ENDINHEIRADOS

Bolsonaro e família compraram metade do patrimônio em dinheiro "vivo", aponta Uol

Desde os anos 1990 até os dias atuais, o presidente irmãos e filhos negociaram 107 imóveis

Edina Araújo/VG Notícias

Levantamento feito pelo Portal UOL aponta que quase a metade do patrimônio do presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição - e de seus familiares mais próximos foi construída nas últimas três décadas com uso de dinheiro em espécie.

Segundo o levantamento, os imóveis estão em nome do presidente, dos três filhos mais velhos, da mãe dele que faleceu recentemente, de cinco irmãos e também de duas ex-mulheres de Bolsonaro.

A reportagem do UOL afirmou que nos últimos sete meses consultaram mais de mil páginas de documentos de cartórios de imóveis e registros, e percorreu também 12 cidades para poder checar esses endereços desses imóveis, além de consultar outros processos judiciais.

Ainda, segundo a reportagem, desde os anos 1990 até os dias atuais, o presidente irmãos e filhos negociaram 107 imóveis dos quais pelo menos 51 foram adquiridos total ou parcialmente com uso de dinheiro vivo, de acordo com declaração dos próprios integrantes.

Ainda, conforme o UOL, as compras registradas nos cartórios com modo de pagamento em moeda corrente nacional totalizaram 13 milhões e meio de reais. Em valores corrigidos pelo IPCA este montante nos dias atuais chega a 25 milhões e 600 mil reais.

De acordo com o UOL, não é possível saber a forma de pagamento de 26 imóveis, que somaram R$ 986 mil, ou R$ 1,9 milhão em valores corrigidos, porque esta informação não consta dos documentos de compra e venda.

Transações por meio de cheque ou transferência bancária envolveram 30 imóveis. A reportagem do UOL também afirmou que pelo menos 25 deles, o Ministério Público do Rio de Janeiro e do Distrito Federal pediram investigações.

Neste grupo, estão aquisições e vendas feitas pelo núcleo do presidente, seus filhos e suas ex-mulheres, não necessariamente com o dinheiro ‘vivo’, mas, que se tornaram objetos de apurações, como, por exemplo, no caso das rachadinhas.

O presidente reagiu ao ser questionado sobre o patrimônio comprado pela família e pago em dinheiro "vivo", irritado com o Bolsonaro respondeu "qual é o problema em comprar com dinheiro" e pediu que seja investigado.

Leia também

Governo promete R$ 600 de Auxílio Brasil, mas envia Orçamento com valor de R$ 405

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760