19 de Junho de 2024
19 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Brasil Sexta-feira, 04 de Março de 2022, 13:59 - A | A

Sexta-feira, 04 de Março de 2022, 13h:59 - A | A

alerta

Casos de síndrome respiratória aguda grave aumentam em crianças; Fiocruz reforça necessidade de vacinação

Fiocruz aponta que elevação de casos ocorreu durante a disseminação da variante Ômicron

Lucione Nazareth/VGN

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) alerta que os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em crianças de 0 a 4 anos aumentaram. A informação consta do Boletim InfoGripe publicado nesta sexta-feira (04.03). Os dados são referentes até 28 de fevereiro.

Segundo o boletim, os pesquisadores da Fiocruz apontaram que dados laboratoriais preliminares sugerem que há um aumento nos casos de SRAG por vírus sincicial respiratório (VSR) na faixa etária de 0 a 4 anos, enquanto os de SARS-CoV-2 pararam de cair nas crianças de 5 a 11 anos.

Conforme a Fiocruz, os pais e responsáveis devem levar seus filhos para os postos para receber a imunização e que estejam atentos à data para a segunda dose.

Ainda segundo os pesquisadores, o aumento de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave ocorreu durante a disseminação da variante Ômicron, e que a elevação pode estar associada à menor cobertura vacinal dessa faixa etária (crianças de 5 a 11 anos), já que a vacinação para crianças do público começou apenas de janeiro deste ano.

Leia Também - Sob pena de multa, prefeito proíbe instalação de banheiros “multigêneros” ou “unissex” no município

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760