24 de Julho de 2024
24 de Julho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Polícia Quarta-feira, 19 de Junho de 2024, 17:50 - A | A

Quarta-feira, 19 de Junho de 2024, 17h:50 - A | A

Tribunal do crime

PM prende “Satã” do Comando Vermelho por tentar decapitar vítima

O suspeito disse que não cortaram a cabeça, pois o jovem se debatia e gritava muito

Gislaine Morais/VGN

Quatro criminosos, sendo duas mulheres identificadas pelas iniciais M.R. dos S., e E.R.N., 26 anos, e dois homens, A.F.A. da C., 23 anos, e C.G. da S., conhecido como Satã, 26 anos, foram presos na madrugada desta quarta-feira (19.06), acusados de envolvimento na tentativa de assassinato do jovem J.N.M., 21 anos, no município de Ipiranga do Norte, a 438 km de Cuiabá.

Conforme boletim de ocorrência, os militares foram acionados pela equipe médica plantonista do posto de saúde, e informados que estavam em uma residência socorrendo um jovem com ferimentos causados por golpes de faca. No local, os socorristas relataram que encontraram J.N. com as mãos e pés amarrados e gritando por socorro.

J.N., disse aos policiais que teria sido vítima do "povo da facção criminosa". O jovem relatou que foi levado para casa de M.R. e E.R., para ser morto. Indagado se sabia o nome de algum dos suspeitos, o ele disse que seriam vulgo Lágrima e vulgo Satã, sendo que esse morava em uma quitinete na rua de trás do cemitério.

Em diligências, os militares encontraram A.F., que confessou envolvimento no crime e relatou que recebeu uma ligação via WhatsApp, onde uma mulher identificada como "Jade", liderança do Comando Vermelho, teria mandando ele ir até a residência das detidas, pois deveria matar e tirar a cabeça da jovem J.N..

Segundo A.F., no local, eles começaram a golpear J.N., mas não cortaram a cabeça, pois o jovem se debatia e gritava muito, e eles acabaram fugindo.

Em continuidade nas diligências, os militares foram informados pela guarnição de Lucas do Rio Verde, que os policiais haviam conseguido prender Satã e as duas mulheres.

Diante dos fatos, todos os envolvidos foram conduzidos à delegacia. Segundo um dos suspeitos, J.N. teria sido flagrado conversando com primos de uma facção rival (PCC), por isso foi decretada sua execução. 

Leia também - Motociclista morre em acidente com caminhão em VG

 
 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760