13 de Junho de 2024
13 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

VGNJUR Quarta-feira, 13 de Abril de 2022, 08:12 - A | A

Quarta-feira, 13 de Abril de 2022, 08h:12 - A | A

SENTENÇA

Homem é condenado a 42 anos por estuprar e matar mãe de vereador

Vítima é mãe do vereador de Cuiabá, Sargento Vidal

Lucione Nazareth/VGN

O Tribunal do Júri condenou, nessa terça-feira (12.04), Adevair Ferreira da Silva a 42 anos e 8 meses de prisão pela morte e estupro de Salvina dos Santos Vidal, de 74 anos, mãe do vereador de Cuiabá, Sargento Vidal (PROS).

Na sentença consta que ficou comprovado que Adevair cometeu o crime por motivo fútil; emprego de violência; vulnerabilidade da vítima e atentado contra a sociedade. Porém, o fato dele ter confessado o crime ajudou na redução de pena.

Salvina dos Santos foi assassinada no dia 08 de março de 2020, quando saiu para caminhar. O corpo dela foi encontrado sem roupas em um terreno baldio, horas depois, que fica a duas propriedades de onde ela morava. Ela estava com sinais de lesões pelo corpo.

Vídeos de câmeras de segurança de casas registraram o momento em que Salvina foi abordada por um homem de bicicleta, antes de ser assassinada. Ele a levou para um terreno baldio, onde aconteceu o crime.

Adevair Ferreira foi preso no dia 27 de março em uma fazenda em Santiago do Norte, vilarejo de Paranatinga, em uma ação conjunta entre a Polícia Militar e a Polícia Judiciária Civil. Ele foi levado para Lucas do Rio Verde, onde ficou à disposição da Justiça.

O vereador Sargento Vidal se pronunciou após a sentença. “Tomei conhecimento agora por meio dos meus irmãos que ficaram em Lucas do Rio Verde que esse elemento pegou quatro qualificações dentre elas, homicídio e estupro. As denúncias feitas pelo Ministério Público foram acatadas pelo Júri e o juiz deu a condenação que a gente esperava, 42 anos de prisão. Que apodreça na cadeia esse verme. Descobrimos que a minha mãe não foi a primeira vítima, uma mulher também chegou a denunciá-lo, alegando ter sido estuprada sob ameaça de uma faca. Então são 42 anos e a família está contente pelo menos com o fato de ele ser punido e que viva esse tempo para cumprir toda a sentença”, disse o parlamentar.

Leia Também - Acusado de matar esposa na frente dos filhos, homem alega legítima defesa e pede absolvição

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

Comente esta notícia

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760