24 de Julho de 2024
24 de Julho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Cidades Segunda-feira, 21 de Novembro de 2022, 14:59 - A | A

Segunda-feira, 21 de Novembro de 2022, 14h:59 - A | A

OBRAS ABANDONADAS

Moradores invadem Residencial Isabel Campos em Várzea Grande

Residencial Isabel Campos abrange 500 casas e inicialmente estava previsto para ser entregue em 2017

Rojane Marta/VGN

Moradores invadiram nesse domingo (20.11) o Residencial Isabel Campos, que fica localizado na região da rodovia Mário Andreazza, em Várzea Grande. As obras do conjunto habitacional estão paralisadas desde 2016.

De acordo com informações apuradas pelo , desde o feriado de 15 de novembro [na última terça-feira] um grupo de pessoas começou a organizar a invasão do conjunto habitacional, tendo inclusive criado um grupo de WhatsApp. Nesse domingo (20), por volta das 05 horas da manhã, o grupo ocupou o local.

O apurou que no Residencial estão muitas mulheres, inclusive algumas grávidas, e crianças. Para terem acesso às residências do conjunto habitacional, os moradores chegaram atear fogo no matagal. Muitas pessoas estão acampadas no local e outro pequeno grupo faz uma espécie de revezamento, ficando algumas horas na casa [sem qualquer estrutura] e depois outro familiar vem e faz a troca.

O Residencial Isabel Campos é um conjunto de apartamentos, e atualmente se encontra sem condições de moradia, inclusive sem saneamento. A precariedade do local, conforme informações apuradas pelo , é tamanha que muitas pessoas que estavam no grupo de WhatsApp desistiram de participar da invasão.

Ao , o secretário de Desenvolvimento Urbano, Regularização Fundiária e Habitação de Várzea Grande, Ricardo Azevedo, confirmou sobre a invasão e afirmou que já comunicou a Caixa Econômica Federal, responsável pela obra.

“Temos conhecimento sobre a invasão, mas esse Residencial Isabel Campos não foi entregue ao município de Várzea Grande. Então, a questão da segurança, as medidas que serão adotadas, tudo é de responsabilidade da Caixa. Comunicamos eles sobre a invasão e vamos apenas acompanhar as providências que serão adotadas”, disse o secretário.

Importante destacar que o Residencial Isabel Campos abrange 500 casas e inicialmente estava previsto para ser entregue em 2017.

Leia Também - MPF investiga atraso na entrega do Residencial Isabel Campos em Várzea Grande

Outro Lado – O entrou em contato com a Caixa, que por meio de sua assessoria de imprensa, informou que irá encaminhar uma nota sobre caso.

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760