25 de Julho de 2024
25 de Julho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Artigos Quarta-feira, 05 de Junho de 2024, 07:02 - A | A

Quarta-feira, 05 de Junho de 2024, 07h:02 - A | A

Edina Araújo *

O Homem rico em dinheiro, mas pobre de espírito

por Edina Araújo *

No cenário político e empresarial de Várzea Grande, surge uma figura que, apesar de acumular riqueza material, demonstra uma carência profunda de valores e princípios éticos. Um exemplo claro é o sujeito que ganhou dinheiro, mas continua pobre de espírito. Esse indivíduo, apesar de sua posição financeira confortável, se destaca apenas por suas provocações constantes e pela falta de conteúdo significativo. Não apresenta nada de útil que tenha construído em favor da sociedade, mas é o primeiro a apontar o dedo, típico dos sabichões de teorias.

Conhecido por sua natureza provocadora, este homem parece encontrar satisfação apenas ao instigar conflitos. Em vez de construir pontes, ele prefere queimar as existentes, vendo as pessoas ao seu redor como "carniça", numa metáfora cruel que tenta se colocar acima de todos, revelando desprezo pelo próximo. Esse comportamento não apenas o isola, mas também evidencia uma profunda insegurança e vazio interior.

Em sua trajetória política, ele já foi prefeito da cidade. No entanto, sua administração foi marcada por um episódio peculiar: nos últimos 45 dias de seu mandato, após perder a reeleição, ele transferiu misteriosamente o cargo para o presidente da Câmara. Tal movimento levantou suspeitas e reforçou a imagem de um líder que evita responsabilidade e transparência.

Antes de sua controversa passagem pela Prefeitura, ele atuou como vice-prefeito. Nesse período, seu comportamento foi igualmente questionável, com relatos de que ele fez de tudo para "derrubar" o prefeito e tomar seu lugar. Essa ambição desenfreada e falta de lealdade contribuíram para a percepção de que ele não é confiável, estando sempre disposto a trair aqueles que estão acima dele para alcançar seus objetivos.

Embora seja um empresário, sua falta de carisma é notável. Sua trajetória empresarial de sucesso é ofuscada por suas ações controversas e sua personalidade vazia. Ele pode ter sucesso financeiro, mas carece de admiração e respeito, principalmente na esfera pública.

A história deste homem serve como um alerta sobre a importância de valores como integridade, lealdade e respeito ao próximo. Ter dinheiro não é sinônimo de sucesso verdadeiro. O verdadeiro valor de uma pessoa está em seu caráter e nas contribuições positivas que faz à sociedade. Este sujeito, embora financeiramente bem-sucedido, continua pobre de espírito, uma condição que nem toda a riqueza do mundo pode remediar.

*Edina Araújo é jornalista e diretora do portal VGNOTICIAS 

 

 

Brasil unido pelo Rio Grande do Sul

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

 Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760