17 de Julho de 2024
17 de Julho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Política Terça-feira, 12 de Abril de 2022, 09:37 - A | A

Terça-feira, 12 de Abril de 2022, 09h:37 - A | A

desabafo

Vítima de Fake News, filho do presidente da Câmara de VG está com medo de sair às ruas

Filho de vereador chegou a ser hostilizado por moradora em decorrência da Fake News

Lucione Nazareth/VGN

O presidente da Câmara Municipal de Várzea Grande, vereador Fábio Tardin – popular Fabinho (PSB), usou a tribuna da Casa de Leis nesta terça-feira (12.04), para relatar que a Fake News contra o seu filho, Guilherme Tardin, no qual apontou suposto envolvimento dele no acidente automobilístico que vitimou duas pessoas na última sexta-feira (08.04), vem afetando diretamente a vida da sua família.

Na semana passada, um veículo de imprensa da Capital, divulgou de forma errônea que o filho de Fabinho era o motorista que causou o acidente que vitimou Igor Rafael Alves dos Santos Silva, 22 anos (motorista de aplicativo), e a passageira Marcelene Lucia Pereira, 39 anos, e deixou uma criança de seis anos ferida. Na verdade, o nome do motorista envolvido é Jeferson Nunes Veiga, que teve a prisão em flagrante convertida em preventiva.

Leia Mais — Juiz mantém prisão do motorista que causou acidente, matou duas pessoas e deixou uma criança ferida em VG

Na manhã de hoje, Fabinho falou sobre a Fake News divulgado contra o seu filho: “Quero falar da Fake News que afetou diretamente a minha família, especialmente o meu filho, que não estava aqui na cidade. Ele estava fora desde a quarta-feira passada. Então, na sexta-feira aconteceu aquele grave acidente que ceifou a vida de duas pessoas. Tragicamente, falaram e usaram de uma Fake News para colocar a culpa no meu filho Guilherme Tardin. É muito perigoso”, disse o parlamentar.

O vereador revelou que nessa segunda-feira (11.04) o seu filho foi hostilizado por uma moradora em uma farmácia acusando de ter cometido o acidente, em decorrência da Fake News veiculada.

“Ontem, uma senhora encontrou meu filho em uma farmácia, aqui no mercado no Ipase, e xingou ele tudo. Disse: está bem aí bonitão falando no telefone, enquanto você matou duas pessoas. Coisa que não é verídica. A Fake News é uma coisa muito perigosa porque depois que você lança, dificilmente vai conseguir ter o mesmo efeito para poder consertar. Principalmente agora, ele chegou em mim e disse: pai estou com medo de andar na rua. Meu filho só tem tamanho é uma criança ainda”, contou Fabinho.

Ele ainda acrescentou: “A Fake News tem que ser combatida. A pessoa lança um áudio que vai para o mundo inteiro. Principalmente, a impressa agir com mais responsabilidade, com ética. Até porque, a pessoa que provocou o acidente está presa ainda, e mesmo assim colocaram: filho do presidente da Câmara. Isso é ruim, só para poder desgastar a imagem do vereador Fabinho e da minha família”.

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760