17 de Junho de 2024
17 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Política Segunda-feira, 10 de Janeiro de 2022, 09:59 - A | A

Segunda-feira, 10 de Janeiro de 2022, 09h:59 - A | A

Polêmica

“Entrar 2022 sem considerar o piso salarial da enfermagem é desrespeito à categoria”, diz Emanuelzinho

O Senado Federal já aprovou as propostas que fixam em R$4.750,00 o piso para enfermeiros

Assessoria

Assessoria

Emanuelzinho

“Entrar 2022 sem considerar o piso salarial da enfermagem é desrespeito à categoria”, diz Emanuelzinho.

Pouco antes do recesso parlamentar, o Senado aprovou a proposta que estabelece o piso nacional da enfermagem. No entanto, o texto pode voltar a ser debatido do zero na Câmara ao invés de ir direto à apreciação no plenário. A possibilidade do projeto ser barrado, tem causado resistência da categoria e também de deputados como Emanuel Pinheiro Neto (PTB-MT).

“Entrar 2022 sem considerar o piso salarial da enfermagem é desrespeito à categoria e a todos os profissionais que nesses dois anos se desdobraram para combater a pandemia, sem medir esforço ou horário, salvando vidas”, disse Emanuelzinho.

Apesar de parlamentares já terem apresentado requerimento de urgência, há uma chance de que o piso nacional da enfermagem volte a tramitar em comissões temáticas. Essa possibilidade tem gerado polêmica.

“Entendo que a estipulação do piso de alguma maneira vai impactar o orçamento. No entanto, outras categorias foram inseridas este ano e não é justo, atrasar a valorização dos técnicos e enfermeiros, sendo que se faz clara a necessidade e urgência de alinhar essa injustiça salarial. Claro, que se for às comissões, estarei presente dando o meu apoio a toda a categoria de enfermagem, mas hoje, minha visão é de que a luta é para avançar”, disse o parlamentar.

O Senado Federal já aprovou as propostas que fixam em R$4.750,00 o piso para enfermeiros, 70% desse mesmo valor aos auxiliares e 50% para as parteiras. Tudo com reajuste anual, baseado no Índice Nacional de Preços ao Consumidor.

Leia também 

Projeto zera alíquota na compra de cadeiras de rodas

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760