20 de Junho de 2024
20 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Polícia Sexta-feira, 02 de Setembro de 2022, 15:15 - A | A

Sexta-feira, 02 de Setembro de 2022, 15h:15 - A | A

DERFVG

Quadrilha é presa por roubo e manter idosos sob mira de revólver em VG

A quadrilha levou dinheiro, joias, veículos e roupas novas que as vítimas revendiam

Gislaine Morais/VGN

Quatro criminosos com idades entre 20 e 30 anos, foram presos na noite dessa quinta-feira (1º.09), em uma ação conjunta entre Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (DERFVG) e Polícia Militar.

Conforme a delegada da Derf/VG, Elaine Fernandes, o grupo invadiu uma chácara na Comunidade Pai André, na última quarta (31.08), rendeu um casal de idoso, levaram joias, aparelhos celulares, dois veículos, dinheiro e cinco sacolões com roupas novas de uma das vítimas que trabalha como vendedora autônoma -  e ainda a obrigaram realizar um pix para conta de um dos bandidos.

Em diligência para localizar a quadrilha, os policiais lograram êxito em prender no bairro Mapim, o suspeito J.H.S., que é parente da vítima. Na residência, parte das roupas ainda com etiquetas foram encontradas.

Um dos bandidos, J.H.S., é parente da vítima.

Segundo Fernandes, o suspeito S.A.S., acusado pelas vítimas de ser o bandido que estava armado durante o assalto, e que fez o casal de idoso deitar no chão foi preso em sua residência no bairro 7 de Maio. Um dos bandidos é parente da vítima.

No quarto dele, os policiais encontraram uma bala clava, uma tornozeleira rompida, munições e peças de roupas com etiquetas roubadas das vítimas. Em continuidade nas diligências, a delegada disse que os primeiros suspeitos presos, contaram que a arma utilizada no crime estava com o comparsa F.S. Quando os policiais chegaram na residência, no bairro Novo Mato Grosso, o suspeito conseguiu fugir. Dentro da casa, foram encontradas cinco munições.

O terceiro suspeito, H.E., que tinha a função de dar apoio logístico, fornecer a conta bancária, e monitorar em tempo real, o momento que os valores caíssem na conta para repassar aos comparsas, também foi preso.

Ainda, de acordo com a delegada, o quarto suspeito preso, L.Y.S., já possui condenação pela prática de roubo e se encontrava com a tornozeleira rompida. Também foi constatado um mandado em seu desfavor pela Vara Criminal de Cuiabá.

O suspeito J.H.S., vulgo “Tubaína”, já responde a dois processos pela prática de roubo, preso, recentemente por porte ilegal de arma de fogo e se encontrava em liberdade mediante ao uso de tornozeleira eletrônica, porém, estava desligada.

Fernandes disse que as vítimas contaram que compraram as roupas parceladas para revender - e com o prejuízo que tiveram vão demorar para se reestabelecerem, pois terão que pagar pela mercadoria que não foi recuperada.

Leia também 

Acidente entre caminhonetes mata três pessoas na BR-163

 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760