17 de Julho de 2024
17 de Julho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Esportes Segunda-feira, 08 de Julho de 2024, 16:30 - A | A

Segunda-feira, 08 de Julho de 2024, 16h:30 - A | A

'Sempre será importante'

"Neymar é acima da média", afirma Dorival Jr. durante entrevista

Dorival deixou claro que o retorno do jogador será tratado com cautela, respeitando o processo de recuperação

Redação/VGN

Em uma entrevista exclusiva à ESPN nesta segunda-feira (08.07), o técnico da Dorival Júnior abordou a recente eliminação da seleção brasileira nas quartas de final da Copa América e as perspectivas futuras do time, com especial destaque para o aguardado retorno de Neymar.

Dorival, que estreou em competições oficiais à frente da equipe nacional, enfrentou críticas pela ausência de Pedro, do Flamengo, e Estevão, do Palmeiras. Segundo o treinador, ambos já estavam sendo observados há algum tempo, mas as convocações dependem de diversos fatores, incluindo o momento e o desenvolvimento dos jogadores. Ele destacou que Estevão, por exemplo, ainda não era titular do Palmeiras durante o período de convocação.

"Temos que ser extremamente criteriosos para fazermos a melhor convocação possível sempre", afirmou Dorival. "A seleção está começando a caminhar por esse lado. O torcedor às vezes demora a entender o processo, principalmente com uma eliminação, mas nosso objetivo está lá na frente", completou.

A seleção brasileira volta a campo em 4 de setembro, enfrentando o Equador pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2026. Atualmente, o Brasil ocupa o 6º lugar na tabela das Eliminatórias da Conmebol, com apenas 7 pontos em seis jogos, o que torna os próximos confrontos cruciais.

A grande expectativa, no entanto, gira em torno de Neymar. O atacante do Al Hilal está em processo de recuperação após romper os ligamentos do joelho em outubro do ano passado, durante uma partida contra o Uruguai. Desde então, Neymar vem trabalhando intensamente para voltar aos gramados, mas sua presença na próxima Data Fifa em setembro ainda é incerta.

"Neymar é acima da média, todos sabem disso e é natural que será um jogador importante," ressaltou Dorival. "Ele tem que ter todo o cuidado possível. Na minha opinião, não devemos precipitar esse retorno. Se for necessário esperar mais um ou dois meses, acho que não será um prejuízo."

De acordo com informações da ESPN, fontes internas da CBF indicam que o planejamento visa contar com Neymar a partir de outubro, nos jogos contra o Chile e o Peru. Dorival deixou claro que o retorno do jogador será tratado com cautela, respeitando o processo de recuperação.

Os próximos jogos da seleção brasileira são decisivos. Em 4 de setembro, a equipe enfrentará o Equador fora de casa, seguido de um confronto contra o Paraguai em 9 de setembro, no Brasil.

Dorival Júnior está confiante na evolução da equipe até o Mundial de 2026. "Foi uma pena essa eliminação prematura na Copa América, mas fico feliz com o comprometimento e a disciplina do time. Isso é o início de um momento importante," concluiu o técnico.

Leia também - Palmeiras formaliza proposta de pré-contrato para Gabigol e intensifica negociações com Flamengo

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760