24 de Junho de 2024
24 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Esportes Quinta-feira, 15 de Setembro de 2022, 15:49 - A | A

Quinta-feira, 15 de Setembro de 2022, 15h:49 - A | A

investigação

Ex-Flamengo, Lincoln denuncia injúria racial de síndico, mas é acusado de ameaçar agressor

Agressor alega que recebeu ameaças por parte da família e amigos do jogador

Lucione Nazareth/VGN

O atacante do Cruzeiro, Lincoln, denunciou ter sofrido injúria racial, juntamente com seus pais, por parte de um síndico de um apartamento em que morava, em dezembro de 2021, no Espírito Santo.

De acordo com a imprensa mineira, o suposto crime ocorreu em 27 de dezembro do ano passado, durante uma confraternização na casa de Lincoln para comemorar sua transferência do Flamengo ao Vissel Kobe, do Japão.

Na época, a Polícia Militar foi acionada pelos moradores, que estavam incomodados com o volume da música, tendo ocorrido na ocasião a injúria racial. O autor, por sua vez, alega que recebeu ameaças por parte da família e amigos do jogador.

Os fatos só vieram à tona, pois a Justiça determinou que Lincoln fizesse uma transação penal no valor de seis salários mínimos como decorrência das ameaças. A investigação sobre a injúria racial é investigada pela Polícia Civil.

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760