19 de Junho de 2024
19 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Esportes Quinta-feira, 17 de Fevereiro de 2022, 16:32 - A | A

Quinta-feira, 17 de Fevereiro de 2022, 16h:32 - A | A

Nota de Repúdio

Cuiabá reafirma ser contrário show de Gusttavo Lima na Arena Pantanal; CBF tenta vetar evento

CBF em ofício reafirmou possibilidade da Conmebol vetar a utilização da Arena Pantanal

Lucione Nazareth/VGN

O Cuiabá Esporte Clube emitiu nesta quinta-feira (17.02), nota de repúdio, pela utilização da Arena Pantanal para o show do cantor Gusttavo Lima, previsto para ser realizado no dia 19 de março. O clube alega que investe anualmente em torno de R$ 300 mil para manutenção do gramado e por isso tem direito de ter um local de alto nível, apropriado aos investimentos realizados e às competições que disputar, entre elas a Copa Sul-Americana.

Na nota, o Dourado afirma que o show Gusttavo Lima na Arena Pantanal será realizado às vésperas da estreia do time mato-grossense na Copa Sul-Americana, e que empresa responsável por cuidar do gramado do estádio, aponta que o tempo mínimo para deixar o local em boas condições é de 60 dias.

“A estreia do Dourado no torneio continental será no início de abril, tempo insuficiente para a recuperação adequada do local”, diz trecho da nota.

O Cuiabá relata que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) emitiu um ofício em apoio ao time e reafirmou a possibilidade da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) vetar a utilização da Arena Pantanal caso o show seja realizado.

“A competição é considerada uma das mais importantes para a agremiação nesta temporada e é uma oportunidade de mostrarmos Mato Grosso para toda a América do Sul”, alegou.

Dourado destacando a importância da Copa Sul-Americana. O time mato-grossense revela que investe na manutenção do gramado da Arena Pantanal aproximadamente R$ 300 mil por ano, e que a qualidade e a estrutura deste modelo de gestão do local têm atraído a atenção de outros clubes e entidades para a realização de seus jogos.

Além disso, o clube afirma, que apesar de o Governo do Estado garantir que a realização do show não inviabiliza o uso do estádio, com a justificativa de que todo o gramado será trocado, que não acredita que em duas semanas serão suficientes para recuperação do local.

“Além das condições do campo, o tapete que seria colocado para receber as 30 mil pessoas previstas para o evento prejudicaria gravemente o sistema de drenagem da Arena. O Cuiabá Esporte Clube não é o dono da Arena Pantanal e não se sente no direito de determinar o que vai acontecer ou não, mas tem a obrigação de preservar o nosso direito de atuar em um gramado de alto nível, apropriado aos investimentos realizados e às competições que disputamos atualmente. É preciso salientar que, nas outras grandes arenas do país, os shows são realizados próximos a eventos esportivos apenas naqueles locais onde há grama sintética. Não há sentido em pôr em risco a nossa casa em um momento tão importante. Rogamos ao Governo do Estado que seja rigoroso para preservar nossa casa e nos ajudar a colocar o Mato Grosso no cenário internacional da forma que nossa torcida e nosso povo merecem”, diz outro trecho da nota.

Leia Também - Senador propõe regulamentar emprego de árbitro de futebol

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760