19 de Junho de 2024
19 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Cidades Quarta-feira, 30 de Novembro de 2022, 09:29 - A | A

Quarta-feira, 30 de Novembro de 2022, 09h:29 - A | A

bloqueio orçamentário

UFMT pode sofrer corte de R$ 3 milhões no Orçamento e ter finanças comprometidas

Corte no Orçamento promovido pelo Governo pode impactar diretamente nas despesas de luz, pagamentos de empregados, contratos e serviços

Lucione Nazareth/VGN

A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) pode sofrer um corte de R$ 3 milhões no seu orçamento em decorrência do novo contingenciamento de valores anunciado pelo Governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) na Educação. A falta do recurso deve impactar diretamente nas despesas de luz, pagamentos de empregados terceirizados, contratos e serviços.

Na última segunda-feira (28.11), o Ministério da Economia anunciou bloqueio de R$ 1,68 bilhão no Orçamento do Ministério da Educação, sendo R$ 344 milhões nas universidades federais. A expectativa de corte orçamentário estimado na UFMT é na ordem de R$ 3 milhões.

Leia Mais - Governo corta R$ 1,7 bilhão do Ministério da Educação; universidades serão atingidas

De acordo com a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino (Andifes), esse é o segundo corte no orçamento das instituições já que no meio do ano foram retirados R$ 438 milhões. A entidade avalia que a decisão do Governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) vai impactar diretamente nas despesas de luz, pagamentos de empregados terceirizados, contratos e serviços.

"Após o bloqueio orçamentário de R$ 438 milhões ocorrido na metade do ano, essa nova retirada de recursos, no valor de R$ 344 milhões, praticamente inviabiliza as finanças de todas as instituições", alertou a Andifes, em nota oficial.

Na nota divulgada nessa terça (29), O Ministério da Educação afirmou que está avaliando alternativas e que vai "buscar soluções" para enfrentar o bloqueio de verbas que atinge a UFMT e também o Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT).

“O Ministério da Educação (MEC) informa que recebeu a notificação do Ministério da Economia a respeito dos bloqueios orçamentários realizados. É importante destacar que o MEC mantém a comunicação aberta com todos e mantém as tratativas junto ao Ministério da Economia e à Casa Civil para avaliar alternativas e buscar soluções para enfrentar a situação", disse o MEC em nota.

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760