16 de Junho de 2024
16 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Cidades Sábado, 26 de Dezembro de 2015, 15:32 - A | A

Sábado, 26 de Dezembro de 2015, 15h:32 - A | A

Entrevista

'Tenho muita pena da Dilma', diz Fafá de Belém em entrevista a Mariana Godoy

Fafá revelou que nem sempre pensou em seguir o caminho da música

RedeTV

A cantora Fafá de Belém foi a convidada do "Mariana Godoy Entrevista" dessa sexta-feira de Natal (25). Durante o bate-papo com a apresentadora, além de recordar o início de sua carreira e a trajetória de sucesso, Fafá revelou que nem sempre pensou em seguir o caminho da música. "Eu não pensava em ser cantora, queria ser psicóloga, mas a música me abria as portas", disse.

Nascida em Belém (PA), capital conhecida por uma das maiores manifestações católicas do país, o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, a cantora carrega em sua história o fato de ter sido escolhida para cantar para três Papas. "Quando cantei para o Papa João Paulo II, perguntei 'por que eu?'. Quando voltaram a me convidar pelo Vaticano e cantei para o Papa Bento XVI, voltei a me perguntar 'por que eu?'. Quando foi escolhido o Papa Francisco, eu ajoelhei aos pés de Nazaré, da minha Nazinha, e disse: 'agora tem que ser eu'", confessou Fafá, que se apresentou para o Papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude, realizada no Rio de Janeiro em 2013. 

Em turnê de lançamento de seu novo disco, "Do Tamanho Certo para o Meu Sorriso", que promove o reencontro da cantora com sua origem cultural paraense, Fafá conta que já recebeu críticas maldosas por apostar em músicas populares. "Já fui chamada de brega em 84 da pior maneira possível, da forma mais pejorativa e cruel porque entre várias músicas que gravei em um disco MPB, escolhi duas canções do compositor popular Leonardo Sullivan", explicou. "Nós vivemos em uma bolha de ilusão, isso não é muito recente, onde [consideramos] a cultura que vem de fora como a melhor", rebateu a cantora. 

Ainda sobre críticas aos famosos, foi a vez de Fafá apontar a problemática da busca pelo corpo perfeito. "Acho que há um excesso; são plásticas em prestações, botox em série. Eu não uso botox e a única vez que usei fiquei com uma cara que não era a minha, não conseguia me mexer". 

Sobre sua famosa gargalhada, a cantora provou que nem sempre todos a consideram divertida. "Uma vez levei uma guarda-chuvada na cabeça. Uma senhora estava incomodada com minha gargalhada alta e deu com o guarda-chuva na minha cabeça!", contou Fafá, que comemorou 40 anos de carreira em 2015.

Ao ser questionada a respeito da atual situação política do país, Fafá relembrou sua participação na campanha das Diretas-Já e criticou o atual governo. "Tenho muita pena da Dilma. Acho que recebeu uma transferência de votos do Lula, talvez com a empolgação achou que era fácil ser presidente do Brasil. Acho muito difícil sair de um gabinete para ser presidente do Brasil", disparou. "O impeachment é a solução? Eu não sei, mas o Congresso Nacional precisa fazer um esforço por esse país", afirmou a 'Musa das Diretas'. 

Ainda no programa, Fafá emocionou ao cantar "Ave Maria" e Mariana Godoy a presenteou com um terço da Rosa de Belém, vindo diretamente da Terra Santa. 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760