16 de Junho de 2024
16 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Cidades Segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2022, 14:35 - A | A

Segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2022, 14h:35 - A | A

Veja regras

Pesca está liberada em Mato Grosso

Entretanto, durante todo o ano, a pesca de exemplares do dourado e piraíba é proibida

Redação/VGN

Encerra nesta segunda-feira (28.02) o período de defeso, mais conhecido como Piracema, que estava em vigor desde de 1º de novembro de 2021. No período estava proibida a pesca amadora e profissional em todos os rios de divisa de Mato Grosso.  

Ao todo, 17 rios mato-grossenses se encaixam na característica de rio de divisa. Entre os mais conhecidos estão o Rio Piquiri, na bacia do Paraguai, o Rio Araguaia, na bacia Araguaia-Tocantins, que faz divisa com Goiás. Na bacia Amazônica, o trecho do Rio Teles Pires, que faz divisa com o Pará.

Segundo a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) durante a temporada de pesca, devem ser seguidas as regras de cota de pescado, medidas dos exemplares, e espécies protegidas. Também são exigidas dos pescadores amadores a carteira emitida pela Sema. Sem o documento, a pesca é considerada ilegal, com a apreensão do pescado, barco, petrechos, multa e até detenção.

Leia também: Foliões desrespeita decreto de Chapada dos Guimarães que proíbe carnaval; veja vídeo

A Sema-MT alerta que o pescador profissional pode retirar 125 quilos de peixes e a categoria amadora - com a carteirinha - 5 quilos. Em caso de irregularidades, a multa prevista varia entre R$ 500 a R$ 10 mil, com acréscimo de R$ 20,00 por quilo da pesca.

Ainda conforme a Sema-MT, “o uso de apetrechos proibidos, como a rede, configura pesca predatória. É possível identificar quando um peixe foi retirado do rio por uma rede de pesca ou armadilha - o peixe fica com uma característica chamada de ‘malhado’. Este tipo de pesca é proibido pois retira dos rios uma grande quantidade de peixes, de todas as espécies e medidas”, cita.

Vale destacar que durante todo o ano, a pesca de exemplares do dourado (Salminus brasiliensis) e piraíba (Brachyplatystoma filamentosum) é proibida.

ENTENDA A PIRACEMA  - A pesca é proibida nos rios das Bacias Hidrográficas do Paraguai, Amazonas e Araguaia-Tocantins, em Mato Grosso, entre o dia 1º de outubro e 31 de janeiro de 2022. Já nos rios de divisa, o calendário de defeso da piracema seguiu até o dia 28 de fevereiro. O objetivo é garantir a proteção do período reprodutivo dos peixes mato-grossenses.

DENÚNCIAS - O cidadão pode denunciar a pesca predatória e outros crimes ambientais à Ouvidoria Setorial da Sema pelo telefone: 0800-065-3838. Outros telefones para informações e denúncias: (65) 3613-7393 (Setor Pesca), nas unidades regionais da Sema ou aplicativo MT Cidadão.

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760