13 de Junho de 2024
13 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Cidades Quarta-feira, 09 de Fevereiro de 2022, 10:01 - A | A

Quarta-feira, 09 de Fevereiro de 2022, 10h:01 - A | A

sem crédito

Moradores de VG relatam constrangimento ao ter cartão Ser Família recusado por supermercados

Governo do Estado afirma que irá adotar medidas contra operadora do cartão

Lucione Nazareth/VGN

“Passei maior constrangimento da minha vida ao encher o carrinho de compras e na hora de pagar o cartão do Ser Família não ser aceito”, esse é um dos relatos recebidos pelo nesta quarta-feira (09.02) por parte de internautas que alegam que não conseguiram efetuar compras com o benefício social.

O benefício de R$ 200 do cartão Ser Família Emergencial foi pago nessa terça-feira (08.02), de acordo com o Governo do Estado, e esperançosa em fazer compra para sua residência, a moradora Benedita José, do bairro Ouro Branco em Várzea Grande, acabou se frustrando ao ter o cartão recusado na manhã de hoje no supermercado Bom Dia, localizado na avenida Frei Coimbra, popular Estrada do Capão Grande, no Jardim Novo Horizonte. 

“É revoltante você esperar dois meses para cair R$ 200 em uma conta de auxílio que deveria ajudar o povo, e na hora você passar um constrangimento de ter que devolver toda mercadoria, e não levar nada para casa”, contou a moradora.

Outros moradores relataram que também passaram constrangimentos ao tentar efetuar compras e afirmam que outros supermercados da cidade também estão recusando o recebimento do cartão Ser Família, sob alegação de que o dinheiro das compras não foi repassado pela empresa operadora do programa.

Ao , a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania, por meio de nota, informou que todos os repasses a empresa gestora do cartão Ser Família Emergencial foram efetuados dentro dos prazos previstos no contrato, negando qualquer débito entre o Estado e a operadora.

Além disso, a pasta afirmou que já está tomando todas as medidas cabíveis junto à Procuradoria Geral do Estado (PGE) para que a empresa efetue o referido repasse aos estabelecimentos conveniados, e, assim, não haja descontinuidade na prestação dos serviços.

Leia Também - Governo paga benefício do “Ser Família Emergencial” na próxima terça (08)

Nota Governo do Estado  

A Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania esclarece que: - Todos os repasses a empresa gestora do cartão Ser Família Emergencial foram efetuados dentro dos prazos previstos no contrato, ou seja, não há nenhum débito entre o Estado e a operadora.

A secretaria já está tomando todas as medidas cabíveis, junto a Procuradoria Geral do Estado, para que a empresa efetue o referido repasse aos estabelecimentos conveniados, e, assim, não haja descontinuidade na prestação dos serviços.      

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760