17 de Julho de 2024
17 de Julho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Cidades Domingo, 23 de Junho de 2024, 17:13 - A | A

Domingo, 23 de Junho de 2024, 17h:13 - A | A

VEXAME NA SEGURANÇA

Mato Grosso está entre os piores desempenhos de segurança pública no Atlas 2024

Atlas da Violência 2024, produzido a partir da parceria do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), divulgados na última terça-feira

Da Redação/VGN

O Atlas da Violência 2024, publicado nesta terça-feira (18.06) aponta uma queda dos homicídios no Brasil, com uma redução de taxa entre 2017 a 2022 de 31,8% (a taxa considera a proporção de homicídios para grupos de 100 mil habitantes). A tendência de queda é liderada pelo Acre, com a maior redução da violência entre as Unidades Federativas, mas o que surpreende é a colocação de Mato Grosso no desempenho geral apontado pelo Atlas desenvolvido pelo Ipea e Fórum Brasileiro de Segurança Pública. No indicador mencionado, Mato Grosso tem o quarto pior desempenho do Brasi

Nos números gerais MT tem o pior desempenho do Centro Oeste, recebendo destaque no relatório para os feminicídios. Um gráfico exclusivo foi dedicado para apresentar os três estados com maior crescimento da taxa de homicídios de mulheres de 2021 para 2022, foi observado crescimento em Roraima (10,4), Rondônia (7,2) e Mato Grosso (6,2). Mas o pior índice é o número de jovens vítimas de homicídio, com 1.132 casos, um crescimento de 4% enquanto a média nacional apresenta uma redução de 36,1%. Nesse indicador, que abrange 2017 a 2022, MT é o segundo pior desempenho do Brasil, perdendo apenas para o Piauí.

Para o Ouvidor Geral de Polícia, Teobaldo Witter, os dados mostram que a gestão precisa rever procedimentos e orientações passados aos agentes de segurança pública.

"Uma medida que já foi recomendada pela Ouvidoria é a adoção de câmeras corporais, que é um caminho sem volta para a gestão e análise das ações policiais", afirma Teobaldo. Infelizmente o Atlas da Violência não apresentou dados sobre letalidade policial e policiais mortos em ação na edição de 2024. Nesse período que recebeu mais atenção da Ouvidoria, houve cinco mortes de policiais causadas por policiais. Essa informação, constante em edições anteriores, é uma medida importante para a estatística das ouvidorias de polícia.

Leia mais: Municípios de Mato Grosso estão entre os mais violentos do país; veja lista

 
 
 
 
 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760