25 de Julho de 2024
25 de Julho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Cidades Quarta-feira, 19 de Junho de 2024, 15:53 - A | A

Quarta-feira, 19 de Junho de 2024, 15h:53 - A | A

BUSCAS INCANSÁVEIS

Homem desaparece no Pantanal após surto psicótico e família pede ajuda de governantes

Buscas não contam com apoio da prefeitura e do Governo, dizem familiares

João Victor/VGN

Izael Moraes de Arruda, de 44 anos, está desaparecido há quatro dias na região da Transpantaneira, no Pantanal, em Poconé. A família critica a falta de recursos e apoio por parte do poder público para as buscas. A situação, que já é angustiante, foi agravada pela demora no início das operações de resgate e pela ausência de equipamentos essenciais.

Segundo relatos da família, ele teria sofrido um surto psicótico, comportamento que nunca havia apresentado antes. Andressa Vitória, sobrinha de Izael, explicou ao que seu tio estava indo da pousada onde trabalha em direção a cidade de Poconé nesse domingo (16.06), quando uma peça do caminhão onde ele estava estragou, ao descer do veiculo para verificar o que havia acontecido, Izael teria entrado em surto e correu para a mata.

Desde então, a família realiza buscas na esperança de encontrá-lo. Na terça-feira (18), encontraram apenas o boné de Izael, aumentando a preocupação e o desespero. Apesar dos esforços, a família enfrenta dificuldades devido à falta de recursos e ao apoio insuficiente das autoridades locais.

Iara Moraes, irmã do desaparecido, gravou um vídeo emocionado no local do desaparecimento, apelando por ajuda.

“Estou aqui na Transpantaneira, na Mata. Meu irmão desapareceu no domingo de manhã. O bombeiro só chegou aqui na terça-feira à tardezinha, porque em Poconé não tinha nem carro para eles virem. Fui na prefeitura de Poconé, pedi um apoio do prefeito Tatá Amaral. Ele falou que não era possível. Pedi um apoio de um helicóptero até hoje. Aqui tem 13 homens, mas só três bombeiros. O resto são todos meus primos, meus irmãos. Nós pagamos nosso imposto, então temos nosso direito”, expressou Iara.

A jovem Andressa Vitória também relatou que ao solicitar ajuda do prefeito de Poconé, Tatá Amaral, a resposta foi desanimadora. “Pedimos ao prefeito e ele disse que não tem como arrumar gasolina para o helicóptero, que isso é responsabilidade do estado e não dele. Ele prometeu ver o que poderia fazer, mas até agora nada foi feito. As buscas começaram tarde e com recursos insuficientes”, informou Andressa.

Izael Moraes de Arruda é trabalhador na pousada Capivara, onde atua como piloteiro de bote. Seu desaparecimento mobilizou não só familiares, mas também a comunidade local, que se uniu na tentativa de encontrar alguma pista sobre seu paradeiro.

Leia mais: Deputados de MT derrubam veto e mantém filmagem em treinamentos militares

 
 
 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760