21 de Julho de 2024
21 de Julho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Variedades Quarta-feira, 19 de Abril de 2023, 16:12 - A | A

Quarta-feira, 19 de Abril de 2023, 16h:12 - A | A

corte de verba

Prefeitura quer corte de verba e fim de policiamento na Casa da Mulher

Edital prevê corte de 30% do orçamento em Casa da Mulher Paulistana, centro de acolhimento provisório de vítimas de violência em SP

metrópoles

Um edital publicado pela Prefeitura de São Paulo prevê a redução de 30% da verba anual destinada à Casa da Mulher Paulistana, que faz acolhimento provisório de vítimas de violência.

Funcionários também denunciam sucateamento nos serviços, com a previsão de contratação de menos psicólogos e assistentes sociais na próxima gestão da casa e o fim da segurança armada no local.

Desde 2016, a casa possui 20 vagas e opera com 27 funcionários, incluindo três assistentes sociais, quatro psicólogas, três motoristas e oito guardas municipais. O valor anual destinado ao abrigo é de R$ 1,7 milhão.

No entanto, o novo edital prevê aumento no atendimento para 30 vagas e a redução para 22 funcionários, sendo duas assistentes e duas psicólogas. Os postos para guardas civis e motoristas, em regime que permite carros à disposição das vítimas por 24 horas, foram cortados. Já o orçamento anual é previsto em R$ 1,2 milhão.

 

Leia mais; Cristiano Ronaldo dá “mata-leão” em ex-jogador do Flamengo

 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760