17 de Junho de 2024
17 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Polícia Sexta-feira, 12 de Agosto de 2022, 21:13 - A | A

Sexta-feira, 12 de Agosto de 2022, 21h:13 - A | A

FLAGRANTE

Homem que usou nome de delegado em golpe de suposta venda de veículos é preso

Após ser pressionado, o suspeito compareceu à delegacia, acompanhado das vítimas, à procura do delegado para retirar os veículos

PJC

 

Um homem, envolvido em um golpe de estelionato utilizando o nome de um delegado em supostas transações de compra e venda de veículos e sucatas, foi preso em flagrante pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (11.08), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos (DERFVA).

Até o momento, dois suspeitos tiveram o envolvimento identificado no crime. Um deles se valia de sua atividade para cooptar vítimas e foi preso em flagrante por estelionato. O segundo golpista, que ainda não foi localizado, se apresentava como sendo uma pessoa de confiança do delegado da Polícia Civil, para negociar supostos veículos apreendidos.

As investigações iniciaram na manhã de quinta-feira, quando quatro pessoas, entre elas o próprio suspeito e três vítimas, compareceram à Derfva à procura do delegado titular da unidade, Gustavo Garcia, alegando que estavam ali para retirar veículos e sucatas, que haviam sido comercializadas por um terceiro.

Durante conversa com o suspeito, o delegado percebeu que havia algo estranho nas informações passadas e, percebendo que se tratava de um golpe utilizando o seu nome, deu início às diligências para apurar os fatos.

Conforme a apuração, o suspeito preso em flagrante usava de sua atividade, onde tem grande influência e contato com muitas pessoas, para cooptar as vítimas. Ele dizia que um conhecido seu era braço direito do delegado e que tinha um esquema para a venda de veículos apreendidos a baixo custo. Acreditando na indicação do suspeito, as vítimas entravam em contato com o segundo golpista, que ficava responsável pela negociação do veículo ou sucata, que eram vendidos a valores entre R$ 25 mil a R$ 50 mil.

Durante as diligências, os policiais da Derfva apreenderam, na casa do estelionatário, um caderno com anotações de carros vendidos para diversas pessoas, bem como sobre as vítimas que estavam na delegacia. Os policiais realizam buscas pelo segundo golpista envolvido nos crimes, que ainda não foi localizado.

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760