14 de Junho de 2024
14 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Polícia Sábado, 10 de Setembro de 2022, 20:10 - A | A

Sábado, 10 de Setembro de 2022, 20h:10 - A | A

CRUELDADE

Bolsonarista matou lulista com 17 facadas e machadadas em MT; assassino gravou vídeo

O bolsonarista terminou de matar lulista com machado

Edina Araújo/VGN

Rafael Silva de Oliveira, 24 anos, confessou ao delegado da Polícia Civil, Victor Donizete de Oliveira Pereira, que terminou de matar Benedito Cardoso dos Santos, 42 anos, (Vulgo Branco) com golpes de machado no pescoço. A vítima e o assassino moravam em uma chácara (aproximadamente 34 km de Confresa) há pouco mais de duas semanas, onde cortavam lenha para queimar na Cerâmica.

Na noite de 7 de setembro, os dois estavam no local fumando um cigarro quando iniciaram uma conversa sobre política. Benedito defendia o ex-presidente Lula (PT) e o suspeito defendia o presidente Bolsonaro (PL). Porém, a conversa evoluiu para uma discussão e ficou acalorada.

Leia matéria relacionadaBriga política termina com “bolsonarista” matando colega em MT

Os dois trocaram socos, antes de a vítima pegar a faca. Para se defender, segundo Rafael, foi para cima de Benedito e tomou a arma. A vítima correu, e o suspeito então acertou as primeiras duas facadas pelas costas. Quando percebeu que vítima estava viva, golpeou mais 15 facadas.

Mesmo ferido e gemendo de dor, ele (Rafael) contou que Benedito o teria xingado de filho da put*. Irritado, o assassino entrou na residência, pegou um machado, e golpeou Benedito no pescoço até a morte.

Em seguida, o assassino saiu do local e foi se livrar da arma do crime, machado, deixando-o do lado da cerca do outro lado da estrada. Depois retornou para a casa onde lavou as mãos no banheiro, pegou um par de roupas e em seguida pegou a faca do crime e saiu da residência. Ele contou que jogou a faca, próximo de onde havia deixado o machado e seguiu caminhando em direção à cidade de Confresa.

No caminho trocou de roupas, tendo em vista que as outras estavam sujas de sangue; Por volta das 06h do dia 08, chegou ao Hospital Municipal de Confresa procurando por atendimento médico para suas feridas, alegando que tinha sofrido uma tentativa de roubo e por isso se lesionou. Os Policiais Militares compareceram ao Hospital e já tinham conhecimento de que a vítima Benedito estava morta e que Rafael era suspeito.

No entanto, Rafael teria comentado com esta pessoa (testemunha) que fez uma “besteira”, mostrou o vídeo que filmou do corpo da vítima ao chão e entregou o celular a ela (testemunha). Contudo, quando o aparelho foi apreendido, não havia mais as imagens. Conforme o delegado, o assassino deve ter formatado antes de deixar com a testemunha. A Polícia está periciando o aparelho para resgatar as imagens. Segundo o delegado, seis pessoas já foram ouvidas sobre o caso.

Ele confessou os fatos, apresentou às armas do crime (machado e faca), e está preso preventivamente na cadeia pública de Porto Alegre do Norte (a 20 km de Confresa).

Preventiva - Em audiência de custódia, o Ministério Público pugnou pela conversão da prisão em flagrante do custodiado em prisão preventiva, arguindo a presença de seus requisitos, notadamente da garantia da ordem pública, da conveniência da instrução criminal e para a aplicação da lei penal.

O juiz substituto da 3ª Vara de Porto Alegre do Norte, Carlos Eduardo Pinho Bezerra de Menezes, consignou em audiência, que em um Estado Democrático de Direito, no qual o pluralismo político é um dos seus “PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS torna-se ainda mais reprovável a conduta do custodiado”.

Segundo o magistrado, a intolerância não deve e não será admitida, sob pena de regredirmos aos tempos de barbárie. “Lado outro, verifica-se que a liberdade de manifestação do pensamento, seja ela político-partidária, religiosa, ou outra, é uma garantia fundamental irrenunciável”.

E por fim, Eduardo Pinho acolheu os pedidos da Polícia Civil e do Ministério Público. “Isto posto, sem necessidade de maiores delongas, ACOLHO A REPRESENTAÇÃO oferecida pela Autoridade Policial e ratificada pela Representante do Ministério Público Estadual e CONVERTO A PRISÃO EM FLAGRANTE DE RAFAEL SILVA DE OLIVEIRA EM PRISÃO PREVENTIVA”.

 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760