18 de Julho de 2024
18 de Julho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

No Alvo Quinta-feira, 20 de Junho de 2024, 13:42 - A | A

Quinta-feira, 20 de Junho de 2024, 13h:42 - A | A

FICOU NA BRONCA

"Não serve para Cuiabá, mas serve para Salvador", diz Emanuel sobre VLT

Segundo o prefeito de Cuiabá, a data do anúncio da venda foi "um dia triste"

Lazaro Thor VGN

A venda dos vagões do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) para Salvador incomodou o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), que usou seus perfis nas redes sociais para criticar a decisão do governador Mauro Mendes (União), que anunciou na quarta-feira (19) a venda dos vagões para o governo da Bahia por R$ 759 milhões. 

O chefe do Alencastro é um dos maiores entusiasta do modal e chegou a travar vários processos na Justiça na tentativa de evitar que o governo do Estado substituísse os vagões pelo Ônibus de Trânsito Rápido (BRT). Emanuel também tenta, junto ao Governo Federal, a criação do VLT Cuiabano, que está sob análise para ser custeado pelo Novo PAC, do governo Lula. 

 "19 de junho de 2014. Um dia triste para nossa capital. Venderam nosso VLT. Se serve para Savaldor, por que não serve para Cuiabá", afirmou Emanuel. 

Leia mais: Com sigilo na venda do VLT, governador quer esconder o "filho da corrupção"

 
 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760