22 de Junho de 2024
22 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Artigos Sexta-feira, 07 de Junho de 2024, 16:07 - A | A

Sexta-feira, 07 de Junho de 2024, 16h:07 - A | A

Caroline Pereira de Oliveira*

O Centro Chinês da UFMT

Por Caroline Pereira de Oliveira*

Em pouco mais de seis meses, o Centro Chinês da UFMT já conta com 120 alunos de mandarim. A unidade foi criada graças a uma parceria com a South China Agricultural University (SCAU) e vem contemplando pessoas interessadas em intercâmbio e também em uma colocação no mercado de trabalho como tradutor, intérprete, guia de turismo, entre outros.

A parceria entre a UFMT e a SCAU começou em outubro de 2022, com a assinatura de um acordo de cooperação visando a criação do Centro de Língua Chinesa e de Desenvolvimento de Ciência e Tecnologia Agrícola. O Centro, localizado no Instituto de Linguagens da UFMT, oferece cursos de língua chinesa e é dirigido por representantes das duas instituições, sendo que pela SCAU, o professor Kexing Liu.

Quatro turmas começaram os estudos em outubro do ano passado e em março de 2024 entramos com mais cinco turmas, contabilizando cerca de 120 alunos. São aulas presenciais e online e tem acesso ao curso tanto servidores quanto alunos da UFMT e a sociedade em geral. O material é gratuito e os alunos pagam uma taxa semestral de acordo com a categoria do interessado.

Importante destacar que o Centro Chinês é um espaço plural de conhecimento, tanto linguístico quanto científico, uma vez que também busca conectar pesquisadores brasileiros a pesquisadores chineses.

Inclusive algumas parcerias já se mostram promissoras, como o acordo de cooperação que está sendo elaborado entre a SCAU e o Instituto Nacional de Pesquisa do Pantanal (INPP), sediado na UFMT.

No final do mês de maio a UFMT recebeu a delegação da South China Agricultural University (SCAU), que veio para visitar o Centro Chinês e para dialogar sobre a possibilidade de novas parcerias. A agenda foi organizada pela Reitoria da UFMT, por meio da Secretaria de Relações Internacionais (SECRI), e contou com a participação de membros do Núcleo de Relações Internacionais de Mato Grosso (Nurimat), que inclui a Casa Civil do Estado de Mato Grosso, UNEMAT, UFR, IFMT e UFMT.

Foi um momento de fortalecimento dos laços com a UFMT e de prospectar novas atividades conjuntas, como a mobilidade de professores, pesquisadores e alunos.

O reitor da UFMT, professor Evandro Aparecido Soares da Silva, vê a parceria com a SCAU e a criação do Centro Chinês como uma grande conquista por proporcionar inúmeras oportunidades de pesquisa e mobilidade, beneficiando tanto os pesquisadores da UFMT quanto os alunos que estão aprendendo a língua chinesa.

E a visita da delegação chinesa da SCAU representa o reconhecimento do sucesso deste convênio e a consolidação da internacionalização no sentido lato, para além da língua, isto é, para o compartilhamento e produção do conhecimento, da cultura e de demais aspectos que nos aproximam.

*Profa. Caroline Pereira de Oliveira é Diretora do Centro Chinês e Secretária de Relações Internacionais da UFMT

Diga NÃO as queimadas! Clique AQUI 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

 Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760