22 de Junho de 2024
22 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

No Alvo Quinta-feira, 06 de Junho de 2024, 08:59 - A | A

Quinta-feira, 06 de Junho de 2024, 08h:59 - A | A

DESMATAMENTO QUÍMICO

MST protesta na sede de empresa de produtor rural de MT: "escritório do desmatamento"

Claudecy Oliveira Lemes foi acusado de destruir 5% do Pantanal Norte em Mato Grosso

Militantes do Movimento Sem Terra (MST) relizaram nesta quarta-feira (05.06) um protesto no escritório de Claudecy Oliveira Lemes, em Rondonópolis, produtor rural acusado de lançar agrotóxicos no Pantanal, na região de Barão de Melgaço. 

Segundo a assessoria do MST, a ação faz parte da Jornada Nacional em Defesa da Natureza e dos seus Povos e integra a 15ª Jornada Nacional da Juventude Sem Terra.

Com uma faixa escrita “escritório do desmatamento” e o desenho de um avião pulverizando veneno pendurados nas grades da empresa, os jovens denunciam os crimes ambientais cometidos por Claudecy Oliveira Lemes.

Os militantes sem-terra também deixaram tinta vermelha, carvão e embalagens de agrotóxicos na calçada, para representar o desmatamento promovido pelo fazendeiro em 81,1 mil hectares no Pantanal mato-grossense.

Acusado de ter gasto mais de R$ 25 milhões em ações de desmate químico, somente entre julho e agosto de 2023 foram aplicados nove autos de infração e nove termos de embargo e interdição em razão de degradações ambientais praticadas pelo investigado. A multa que ele precisa pagar está no valor de R$ 5 bilhões.

Leia mais: Hóspedes gravam onça atacando capivara em pousada no Pantanal

 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760