22 de Junho de 2024
22 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Fatos de Brasília Sexta-feira, 24 de Maio de 2024, 13:43 - A | A

Sexta-feira, 24 de Maio de 2024, 13h:43 - A | A

SAÚDE

Governo Lula destina R$ 887 milhões para cuidados paliativos no SUS

Nova estratégia vai oferecer serviços de saúde a pacientes, familiares e cuidadores de forma mais humanizada

Lucione Nazareth/Fatos de Brasília

O Ministério da Saúde anunciou a liberação de R$ 887 milhões para ampliar a oferta de cuidados paliativos no Sistema Único de Saúde (SUS). O recurso terá entre as suas finalistas a formação e atuação de 1.321 equipes multidisciplinares em todo o território nacional.

Segundo a pasta, três eixos irão guiar os cuidados paliativos no serviço público de saúde: criação de equipes multiprofissionais para disseminar práticas às demais equipes da rede; promoção de informação qualificada e educação em cuidados paliativos; e garantia do acesso a medicamentos e insumos necessários a quem está em cuidados paliativos.

Do total de equipes, a estimativa é que a estratégia seja composta por 485 equipes matriciais (fazendo a gestão dos casos) e 836 equipes assistenciais (prestando a assistência propriamente dita), ambas formadas por médicos, enfermeiros, assistentes sociais e psicólogos. Também serão criadas equipes com pediatria. Os gestores locais terão autonomia para incorporar outros profissionais de saúde, como fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, dentistas, farmacêuticos, fonoaudiólogos e nutricionistas.

Ainda segundo o Ministério, caberá aos Estados solicitarem equipes matriciais e aos municípios equipes assistenciais, que poderão estar sediadas em hospitais, ambulatórios, junto a serviços de atenção domiciliar ou de atenção primária.

“As equipes vão atuar em diferentes locais da rede de saúde, incluindo o atendimento domiciliar. Seu papel será auxiliar e ensinar outras equipes que tenham sob seus cuidados pessoas com necessidades de cuidados paliativos a prestarem esse tipo de cuidado de forma eficaz e humanizada”, diz trecho da nota.

Leia Também - PROCON intensifica fiscalizações de importação e comercialização de cigarros eletrônicos na Capital

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760