17 de Julho de 2024
17 de Julho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Cidades Domingo, 16 de Junho de 2024, 08:13 - A | A

Domingo, 16 de Junho de 2024, 08h:13 - A | A

VEJA VÍDEO

Empresa recebe mais de R$ 500 mil e deixa COT do Pari sem obras e inacabado

Empresa de "Berinho", pai do secretário Fábio Garcia, recebeu R$ 500 mil, mas deixou tudo parado

Lucione Nazareth/VGN

Apesar das promessas do governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (União), a construção do Centro Oficial de Treinamentos (COT) da Barra do Pari em Várzea Grande, uma herança da Copa do Mundo de 2014, permanece praticamente paralisada, gerando prejuízos e atrasos, apesar da ordem de serviço ter sido assinada há 9 meses.

Quem passa pelo local encontra uma estrutura de 52.170 m² cercada por tapumes de alumínios, mas sem qualquer obra em andamento. Ao invés da multidão de trabalhadores, o local possui apenas um funcionário do Consórcio Barra do Pari, responsável pela vigilância.

Em 15 de agosto de 2023, quando sinalizou que retomaria a obra, Mauro Mendes estabeleceu uma previsão da conclusão da obra em 18 meses para a finalização, ou seja, fevereiro de 2025. Passados 13 dias da assinatura, a equipe do esteve in loco no Centro e verificou que reeducandos realizavam a limpeza do local.

Leia Mais - Passados 13 dias da assinatura da ordem de serviço, obras do COT do Pari seguem paralisadas

Em 31 de outubro, o esteve novamente in loco na área do COT e verificou na ocasião que o local permanecia praticamente inalterado desde a assinatura da ordem de serviço.

Leia Mais - Com ordem de serviços assinada há três meses, obras do COT do Pari seguem paralisadas

Em nova visita ao local, realizado na última quinta-feira (13.06), a reportagem do identificou que a estrutura do Centro, ainda não finalizada, já sofre com a intervenção do tempo, apresentando sinais de rachaduras e manchas escuras causadas pela chuva. Além disso, as arquibancadas estão destruídas.

Apesar de não existir qualquer obra em andamento, o Consórcio Barra do Pari recebeu do Governo do Estado, entre dezembro de 2023 a maio deste ano, R$ 565.886,81 mil por serviços no Centro de Treinamento – dados do Portal FIPLAN. Além disso, em 17 abril deste ano, o Estado empenhou um valor de R$ 5.387.301,98 milhões para o Consórcio em relação à obra.

A empresa encarregada da obra é liderada pela Construtora Engeglobal, propriedade do empresário Fernando Roberio de Borges Garcia, que é pai do chefe da Casa Civil, o deputado licenciado Fábio Garcia (União).

Ainda conforme o Governo do Estado, o Centro de Treinamentos atenderá às necessidades da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) após sua conclusão.

Outro Lado

Ao , a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) informou que os serviços executados pelo Consórcio Barra do Pari, nos últimos nove meses, foram os seguintes: limpeza, cercamento do terreno e montagem do canteiro de obra. A pasta explicou que os valores repassados à empresa são referentes a prestação dos serviços.

Além disso, a secretaria alega que a empresa efetuou levantamento do local para emissão de um laudo sobre a qualidade das estruturas de concreto e metal que ficaram abandonadas, para avaliar a possibilidade do aproveitamento delas. A expectativa é que o laudo fique pronto nas próximas semanas.  

 
 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760