17 de Junho de 2024
17 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Variedades Segunda-feira, 28 de Março de 2022, 11:40 - A | A

Segunda-feira, 28 de Março de 2022, 11h:40 - A | A

VEJA VÍDEO

Sambista viraliza com "mendigo pegador", história de morador de rua e mulher de personal

Há 30 anos componho a partir de situações do cotidiano e notícias do Brasil e do mundo

Extra/Globo

Poderia ter sido mais trágico. E acabou ficando cômico. A história envolvendo o morador de rua, Givaldo Alves, que foi espancado pelo o personal trainer Eduardo Alves após manter relações sexuais com sua mulher Sandra Mara no carro dela, rendeu um pagode. O autor, Edmar Max Silva, o Boca Nervosa, compôs a música "Mendigo Pegador", que acabou viralizando nas redes sociais.

"Há 30 anos componho a partir de situações do cotidiano e notícias do Brasil e do mundo. E essa eu não deixaria passar", justifica o paulista, que bebe na fonte do carioca Bezerra da Silva para criar seus samba-crônica.

O sucesso chegou em poucos dias. "Escrevi muito rápido, gravei e soltei logo. Em poucas horas já estava circulando e chegou ao Canadá, aos Estados Unidos. Todo mundo falando que eu captei bem a história", diz, orgulhoso: "O homem tem lábia, é o maior intelectual, abre aspas, fecha aspas. Além de ser um romântico".

O refrão já pegou e tem sido usado por criadores de conteúdo em memes e vídeos no Instagram e TikTok. "Mendigo pegador, mendigo pegador pegou a mulher do sarado, deu aquele trato e ela gostou". "O Brasil é o país da oportunidade. Tudo acaba em uma grande piada. Foi assim também quando o Papa Francisco falou sobre a bebida", observa ele, que teve o nome citado no Vaticano ao compor "O papa falou": "Deixei claro que aqui a gente bebe cachaça, mas deixa pro santo".

Conhecido no mundo do samba, Boca Nervosa já morou na Europa, viajou muitos países, e se sentou no sofá de Jô Soares seis vezes para dar entrevista e contar seus casos impagáveis. Nos últimos dias, viu pedidos para shows aumentarem depois do "Mendigo pegador". E já avisa: "Não adianta pedir porque não existe pagamento de direitos autorais para inspiração".

 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760