17 de Junho de 2024
17 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

Variedades Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2015, 08:37 - A | A

Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2015, 08h:37 - A | A

Polícia apreende suspeitos e provas de crimes contra jornalista

Notícias Ao Minuto

A Polícia Militar comandou hoje (quinta, 10), em oito estados, ações de busca e apreensão relacionadas aos atos de racismo sofridos pela jornalista Maria Júlia Coutinho, da Rede Globo, em julho. As medidas tiveram o aval do Ministério Público.

Uma das pessoas detidas foi o auxiliar de produção Kaíque Batista, de 21 anos, morador da zona norte paulistana. Ele negou o fato mas admitiu saber de pessoas que atacaram a jornalista por meio de um grupo do qual é moderador. “Vou falar, não vou segurar o rojão de ninguém”, disse ao G1.

Os suspeitos podem pegar de dois a cinco anos, no caso de racismo, de um a cinco, no de injúria, e de um a três no de organização criminosa. Há a possibilidade de as penas serem somadas.

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760