25 de Julho de 2024
25 de Julho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

No Alvo Quarta-feira, 12 de Junho de 2024, 11:11 - A | A

Quarta-feira, 12 de Junho de 2024, 11h:11 - A | A

Eleição 2024

Chamado de "office boy” do governador, Botelho ignora críticas de Emanuel

Botelho também foi criticado pelo deputado Lúdio Cabral (PT) que apontou “submissão” de Botelho

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso e pré-candidato a prefeito de Cuiabá, Eduardo Botelho (União) evitou responder críticas que apontam “submissão” ao governador Mauro Mendes (União).

Botelho foi criticado por seu adversário na disputa pelo comando do Palácio Alencastro, deputado Lúdio Cabral (PT), que apontou que Cuiabá não merece um prefeito submisso, e também pelo atual prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro (MDB), que afirmou que “Botelho se descaracterizou se tornando um office boy” do governador.

Sobre as críticas que apontam submissão, Botelho respondeu dizendo que sua submissão é com os princípios da moralidade e com entregas de obras para a população mato-grossense. Ao comentar as críticas do atual prefeito preferiu ignorar.

“Faz parte dessas pessoas que querem nos atacar. Não vou ficar respondendo a esses ataques. Todo mundo sabe da minha personalidade, da minha forma de trabalhar e da minha determinação. Então, não vou responder a isso”, declarou.

Leia mais: Emanuel avalia que Botelho se descaracterizou e se transformou em “office boy” do governador

 
 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760