19 de Junho de 2024
19 de Junho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

No Alvo Quinta-feira, 16 de Junho de 2022, 20:28 - A | A

Quinta-feira, 16 de Junho de 2022, 20h:28 - A | A

circos sertanejos

Botelho que impedir shows caros custeados com dinheiro público

Há prefeituras de pequenas cidades que não suportam o custo, mesmo que alguns são pagos com verbas de emendas

O deputado Eduardo Botelho (União Brasil), presidente da Assembleia Legislativa,  deve apresentar proposição uma proposta para por fim aos gastos com verbas públicas para contratação de shows nacionais – especificamente de medalhões da música, em municípios pequenos, que, ao bancar os shows pirotécnicos comprometem serviços básicos à população.

Leia: Prefeitos de 24 cidades de Mato Grosso estão na “mira” do MP por gastos públicos com shows

Segundo se apurou, muitos desses shows são custeados com emendas parlamentares.   Como se sabe, tudo começou a ser cortado, a torno de contratações de cantores depois de uma declaração do músico Zé Neto, da dupla com Cristiano, durante show em Sorriso, no meio do mês de maio. Na ocasião, o sertanejo alfinetou Anitta e a Lei Rouanet, de incentivo à cultura, mas o show dele no local era bancado por verba pública. Depois veio o show de Gustavo Lima, em nível nacional, em Minas Gerais em que a prefeitura iria pagar mais de R$ 1,3 milhões.     Para Botelho, não há ilegalidade nas contratações. O que ocorre, na visão dele, é uma "injusta" diferença de valores que são pagos para artistas nacionais em comparação com os artistas de Mato Grosso.

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760