21 de Julho de 2024
21 de Julho de 2024
 
menu

Editorias

icon-weather
lupa
fechar
logo

No Alvo Sábado, 09 de Setembro de 2023, 18:34 - A | A

Sábado, 09 de Setembro de 2023, 18h:34 - A | A

Veja vídeo

Às vésperas da delação de Cid, Michelle Bolsonaro chora: "Estamos sendo perseguidos e injustiçados"

Com a bandeira do Brasil nos ombros, ela chorou e disse se sentir traída por antigos colegas

Como diz o ditado: Michelle Bolsonaro (PL) "sentiu a água bater na b...". Na quinta-feira (07.09), diante da proposta de delação premiada feita por Mauro Cid, que se confirmou neste sábado (09.09), a ex-primeira-dama disse durante um culto evangélico em Taguatinga (DF), que eles estão “sendo perseguidos e injustiçados”. Com a bandeira do Brasil nos ombros, ela chorou e disse se sentir traída por antigos colegas. O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) estava presente.

Michelle, que também é investigada no caso das joias sauditas apropriadas e vendidas indevidamente nos Estados Unidos, subiu ao altar da igreja para orar com os presentes, em lágrimas e coberta com a bandeira do Brasil nas costas, após saber que o ex-ajudante de ordens e braço direito de seu marido sinalizou a intenção de jogar todos os supostos crimes que cometeu a mando do ex-patrão no ventilador.

"Amados, a gente não pode perder a esperança. Nossa esperança está em Cristo Jesus. Eles vão nos atacar. O Senhor não nos prometeu que seria fácil. O Senhor falou que nós seríamos perseguidos. Todos aqueles que tivessem Cristo como o Senhor salvador seriam perseguidos. E nós estamos sendo perseguidos e injustiçados, mas eu sei em quem eu tenho crido", disse Michelle, aos prantos.

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 01 - JD. IMPERADOR
CEP: 78125-760 - Várzea Grande / MT

(65) 3029-5760
(65) 99957-5760