Taborelli pode perder vaga na AL/MT nesta terça (17)

O Pleno é composto por sete membros, ou seja, deste total, Barranco já tem três votos favoráveis, com mais um voto ele assume a vaga na Assembleia

Rojane Marta/VG Notícias

Nesta terça-feira (17.11) o Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MT) irá decidir a última vaga da Assembleia Legislativa para a legislatura 2015/2018.

Atualmente, a cadeira está ocupada pelo coronel Taborelli (PV), porém, se o TRE/MT deferir o registro de candidatura de Valdir Barranco (PT), e validar seus mais de 19 mil votos conquistados nas eleições de 2014, o coronel perde a vaga e assume o petista.

Na última sessão do Pleno, ocorrida na quinta-feira (12), dois membros (Lídio Modesto e Flávio Bertin) acompanharam o voto do relator, desembargador Luiz Ferreira da Silva, no sentido de deferir a candidatura e dar a vaga ao Barranco.

No entanto, o julgamento foi adiado para esta terça após o juiz membro do TRE/MT, Ricardo Almeida, pedir vista dos autos, para analisa-lo melhor. Diante do pedido de vista, os juízes Paulo Sodré e Rodrigo Curvo decidiram aguardar para proferir o voto.

O Pleno é composto por sete membros, ou seja, deste total, Barranco já tem três votos favoráveis, com mais um voto ele assume a vaga na Assembleia.

Relator - No entendimento do relator, apesar do Tribunal de Contas do Estado (TCE) ter reprovado as contas de gestão da Prefeitura Nova Bandeirantes, sob o comando de Barranco, nos exercícios de 2008 e 2009, no qual foram apontadas diversas irregularidades gravíssimas configurando atos de improbidade administrativa, o Ministério Público nunca apresentou ação contra o petista deixando em dúvida se realmente os atos ilegais foram praticados por ele. Para ele, não há nos autos comprovação do dolo por parte do ex-prefeito.


Fonte: VG Notícias

Visite o website: wwww.vgnoticias.com.br