MPF apura venda abusiva de assinaturas de revistas em aeroportos

Rojane Marta/VG Notícias

VG Notícias

Aeroporto Marechal Rondon

Aeroporto Marechal Rondon

Em quase todos os aeroportos do país é comum os passageiros se depararem com um vendedor de assinaturas de revistas, onde lhe oferece uma assinatura supostamente gratuita, com o objetivo de pegar seus dados pessoais e depois, cobrar pelo produto oferecido como “gratuito”.

Para apurar este suposto "golpe", o Ministério Público Federal instaurou inquérito civil púbico, que tem o objetivo de investigar suposta venda abusiva de assinaturas de revistas nos aeroportos do Brasil.

Consta da portaria, assinada pelo procurador da República do Distrito Federal, Paulo Roberto Galvão de Carvalho, o MPF quer saber se há anuência por parte da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (INFRAERO), com a venda abusiva.

“Instaura Inquérito Civil procedente da Notícia de Fato nº 1.16.000.000668/2019-50 com o fito de Apurar a prática abusiva de venda de assinaturas de revistas em aeroportos, com a anuência da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (INFRAERO)” diz portaria. 

Vale destacar, que além das assinaturas de revistas, outro “golpe” dado nos aeroportos é o da “mala de viagem grátis”, a qual é oferecida como brinde, mas não passa de uma fraude para conseguir os dados pessoais e bancários da vítima.


Fonte: VG Notícias

Visite o website: wwww.vgnoticias.com.br