Seduc enxuga em 40% os cargos comissionados

Pedro Taques determinou enxugamento da máquina administrativa. 

Assessoria

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) reduziu em 40% os cargos comissionados, denominados de Direção Geral e Assessoramento (DGA). De 115, passou para 69 o número de funções indicadas à pasta. A nova estrutura organizacional, por meio do decreto nº 233 de 24 de agosto de 2015, foi publicada no Diário Oficial que circulou nessa terça-feira (25.08). 

Desde o início desta gestão, os cargos comissionados não haviam sido preenchidos na sua integralidade devido a determinação do governador Pedro Taques de enxugar a máquina administrativa. 

A economia mensal na despesa com pessoal e encargos é de R$ 146.562,50 e anual chega a R$ 1.758.750,00. A Secretaria comandada por Permínio Pinto, que antes tinha quatro secretários adjuntos, agora conta com dois, um de Política Educacional e outro de Administração Sistêmica. 

O secretário fez ontem um comunicado interno para que todos possam ter conhecimento da nova estrutura organizacional, alertando para a redistribuição de cargos em comissão e funções de confiança. Com isso, será dado início o novo Regimento Interno da Secretaria. 

O trabalho será coordenado pelo coordenado pelo Núcleo de Gestão para Resultados, que tem um prazo de 90 dias para concluir este processo. A rede estadual de ensino conta com 750 unidades escolares distribuídas nos 141 municípios de Mato Grosso.


Fonte: VG Notícias

Visite o website: wwww.vgnoticias.com.br