Jovem apedreja cachorro, vizinhos reclamam e são agredidos

‘Ele deu uma voadora numa mulher de 64 anos’

Extra

Um morador de Guarulhos, de 21 anos, é acusado de apedrejar e perfurar o olho de um cachorro, de cerca de 2 anos, no último sábado. Ao ouvir reclamações dos vizinhos, Júlio César Lamberti, juntamente com a mãe, Rosemeire Lamberti, teriam agredido os moradores da rua Lídia Galloni Mercúrio.

— Estava em Jundiaí atendendo e recebi a ligação da professora Jailma contando o que havia acontecido. Quando cheguei, o cachorro estava com o olho perfurado. Antes de prestar queixa, fui conversar com o Júlio, entender o que houve, mas ele e a mãe já partiram pra cima — relata o veterinário Vagner Teixeira da Rocha, de 41 anos: — Ele é estudante de Direito e ficou me ameaçando, enquanto a mãe agredia as duas senhoras que estavam comigo. Ele deu uma voadora numa mulher de 64 anos! Ainda me deu uma paulada no rosto.

Com a voz embargada, a professora Jailma Alexandre Ferreira, de 47 anos, explica que o Bebê, nome que deu ao vira-lata, está se recuperando em sua casa. Ela diz que viu toda a cena. Segundo o veterinário, talvez ele tenha que retirar o globo ocular do animal.

— Ele é super dócil, ficava aqui na rua e eu dava comida. Foi agressão gratuita. Aquela família é esquisita, a mãe não é de conversa, já parte pra cima — acusa a professora, que conta ter levado um soco do vizinho, mas sem sequelas.

Já dona Maria do Rosário, de 64 anos, saiu com cortes no rosto. A cuidadora de animais, que abriga 10 cães em sua casa, conta que, ao ser agredida por Júlio, caiu no chão e bateu com a testa.

— Quando fomos na casa dele, mãe e filho ficaram ofendendo a gente e começaram a nos agredir. Não os vejo desde este dia — afirma.

O caso foi registrado na 7ª DP (Jardim Cumbica) de Guarulhos. Segundo informações no cartório da unidade, o caso será encaminhado para a 9ª DP (Jardim São Domingos) ainda esta semana. Para os acusados serem ouvidos, é preciso que os vizinhos façam uma representação contra eles. Mãe e filho não foram localizados para comentar os fatos.


Fonte: VG Notícias

Visite o website: wwww.vgnoticias.com.br