MT, 30 Agosto 2014

 
Quadrilha é presa com 1,5 tonelada de maconha em Cuiabá
Publicado em :03/10/2011 às 16:18
TAMANHO DA LETRA A A A
Foto: Gaeco/MT
Grupo costumava transportar droga de MS para Mato Grosso.
 

Homens do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco), vinculado ao Ministério Público Estadual (MPE) apreenderam na madrugada desta segunda-feira (03) 1,5 toneladas de maconha escondidas em um caminhão-caçamba em Cuiabá.

Na operação, foram presas 14 pessoas, sendo 10 homens e quatro mulheres, envolvidas com o transporte da droga. Investigações apontam que a quadrilha era especializada no transporte de droga da região do município de Ponta Porã (MS) para a capital mato-grossense.
 
A quadrilha é investigada desde o mês de agosto deste ano. Segundo o Gaeco, apenas neste ano, a quadrilha tentou por quatro vezes levar grandes quantidades de droga do estado vizinho para Cuiabá. No mês de setembro, a polícia realizou duas apreensões de droga transportada pela quadrilha.No dia 11 de setembro, um dos integrantes da quadrilha foi preso com 200 quilos de maconha. Na ocasião, ele tentou fugir de uma barreira da Polícia Rodoviária Federal (PRF), mas acabou preso em flagrante.
 
Sete dias depois, mais 138 tabletes de maconha foram apreendidas. O motorista do veículo foi seguido de Rondonópolis a Jaciara por policiais militares e acabou abandonando o veículo às margens da rodovia BR-364, nas proximidades de um posto da PRF com a droga escondida no porta-malas.
 
A quadrilha voltou a agir no dia 22 de setembro, mas um acidente automobilístico impediu que a quadrilha entregasse mais 61 tabletes de maconha para Cuiabá. A prisão do grupo ocorreu em uma operação conjunta do Gaeco de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Polícia Militar e PRF.
 

G1/MT
Comentários (0)

O VG Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

 
Rua Carlos Castilho, 45, Jd Imperador
CEP 78.125.760 Várzea Grande - MT
Copyright © Todos os direitos reservados.
Qualquer reprodução somente com autorização e citando a fonte e seu autor.